29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Governo de AL e ONU-Habitat debatem elaboração de programa habitacional para alagoas

Gestores municipais, movimentos sociais e representantes da construção civil dialogaram em busca de soluções para melhorias urbanas e de moradia

Em parceria com o Governo de Alagoas, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) reuniu, na última sexta-feira (19), representantes da construção civil, de movimentos sociais e gestores alagoanos para promover a elaboração de um programa habitacional para Alagoas.

A iniciativa integra o projeto Visão Alagoas 2030, que visa debater, reunir diretrizes e desenvolver estratégias orientadas, sobretudo, para a redução do déficit quantitativo e qualitativo do estado.

A ação contou o apoio da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), que articulou encontros técnicos com setores da construção – incluindo o Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon) e a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi) –, além de rodadas de diálogos realizadas com a participação de lideranças comunitárias e dirigentes municipais.

“A ideia é que, a partir desses encontros, possamos construir uma rede de diálogo. Ao longo do ano que vem, vamos ter várias atividades com esse foco, oportunizando o compartilhamento de informações. No momento em que o estudo que é fruto desses debates ficar pronto, é importante que esteja na mão da população e que todos se apropriem dele para que possamos avançar ainda mais”. Alex Rosa, coordenador de Programas do ONU-Habitat.

Para Eliane Silva, representante do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), a chance de participar do encontro como voz ativa para propor soluções se configura como um avanço para os movimentos sociais.

“Isso é muito forte para a gente. Esse trabalho que está sendo feito aqui é referência em outros estados. Política pública se faz com gestão, com diálogo, com dignidade, olhando o melhor lado do ser humano. O ONU-Habitat e o Governo do Estado estão proporcionando isso para essas famílias”. Eliane Silva.

De acordo com o consultor do ONU-Habitat e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), Nabil Bonduki, o saldo encontro se materializou em sugestões e propostas para a construção de uma política estadual de habitação.

“O próximo passo é formular diretrizes e dar um retorno aos grupos com os quais dialogamos, no intuito de aperfeiçoar esse diálogo para que o projeto seja amplamente respaldado pela sociedade e, então, pactuado com o Governo do Estado”. Nabil Bonduki.

ONU-Habitat em Alagoas

Desde 2017, o ONU-Habitat atua em parceria com o Governo do Estado de Alagoas na elaboração de diagnósticos, estratégias e ampliação das capacidades técnicas que contribuam para o desenvolvimento urbano sustentável.

A agência tem cooperado com dados, informações e diretrizes para apoiar os atores locais a implementar iniciativas que melhorem os indicadores urbanos e socioeconômicos locais, sobretudo dos assentamentos mais precários da capital, Maceió.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.