24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Hemoal Arapiraca promove coleta de sangue em Palmeira dos Índios quinta (16) e sexta (17)

Ação vai estabilizar o estoque de sangue para atender a demanda transfusional dos hospitais e maternidades no Natal e Réveillon

Para doar sangue, além de ter no mínimo 16 anos e boa saúde, voluntário deve estar portando documento com foto e usando máscara

A Unidade Arapiraca do Hemocentro de Alagoas (Hemoal) vai captar doadores de sangue e medula óssea, em Palmeira dos Índios, nesta quinta (16) e sexta-feira (17). A ação ocorre das 9h às 15h, durante a realização da 12º edição do Governo Presente, quando a população do Agreste terá acesso a diversos serviços na Arena Saúde, montada na Estação Ferroviária, na rua Luiz Pinto de Andrade, no bairro Centro.

Por meio desta ação, o Hemoal Arapiraca vai estabilizar o estoque de sangue para atender a demanda transfusional dos hospitais e maternidades no Natal e Réveillon e conscientizar a população sobre a do gesto voluntário, que pode salvar até quatro vidas.

Também, durante os dois dias, os técnicos do hemocentro irão alertar sobre a necessidade de aumentar o número de alagoanos cadastrados no Registro Nacional dos Doadores de Medula Óssea (Redome), uma vez que, apenas um em cada 100 mil candidatos à doação, será compatível com um paciente.

 “Assegurar sangue em quantidade e com qualidade para atender a demanda de transfusões dos hospitais e maternidades do Agreste, Sertão e Baixo São Francisco é a missão do Hemoal Arapiraca, bem como, captar novos doadores de medula óssea. Por isso, temos percorrido os 46 municípios da II Macrorregião de Saúde, possibilitando que as pessoas possam doar sangue e se cadastrar no Redome, garantindo que muitos alagoanos sejam salvos”. Aurélia Fernandes.

Critérios

E para se candidatar à doação de sangue é imprescindível que o voluntário possa seguir as especificações exigidas pelo Ministério da Saúde (MS).

Para isso, além de estar usando máscara, é necessário ter boa saúde, no mínimo 16 anos de idade, pesar 50 quilos ou mais e estar portando um documento de identificação com foto.

O voluntário também não deve ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e, após os 11 anos, hepatite. Recomenda-se comparecer alimentado ao Hemoal ou ao posto de coleta externa e, no caso de novas doações, os homens devem respeitar um intervalo de dois meses e as mulheres de três.

Já quanto à doação de sangue feminina, apenas não é recomendada para àquelas que estão em período gestacional ou para as mães que estejam amamentando.

Covid-19

Se o candidato à doação foi infectado pelo novo coronavírus, há impedimento de doar sangue pelo período de 30 dias, que devem ser contados após a recuperação. Contudo, se o voluntário teve apenas contato com uma pessoa infectada e, nos 14 dias subsequentes, não apresentar sintomas da Covid-19, poderá se candidatar à doação de sangue.

No caso dos voluntários que tenham sido vacinados contra a Covid-19, é necessário aguardar um intervalo para doar sangue. No caso da vacina CoronaVac, a doação só deve ocorrer após 48 horas e, no caso dos imunizantes AstraZeneca, Pfizer e Janssen, o intervalo é de 7 dias.

Medula Óssea

E para se cadastrar no Registro Nacional dos Doadores de Medula Óssea (Redome) como doador de medula óssea, é necessário doar 5 ml de sangue. Para isso, o voluntário deve ter no mínimo 18 anos de idade e boa saúde.  É exigido, ainda, portar um documento de identificação com foto, não ter doença infecciosa ou incapacitante e nem apresentar câncer, doença hematológica ou do sistema imunológico.