29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Hospital Regional Norte deixará de atender apenas pacientes com Covid-19

Queda da curva de contágio da doença pandêmica permite que unidade passe a realizar, no primeiro momento, cirurgias de Média e Alta Complexidade nas especialidades de Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral e Ortopedia

Centro médico foi construído pelo Governo do Estado e inaugurado em julho de 2020. Foto: Thiago Sampaio

Após um ano e quatro meses atendendo, exclusivamente, pacientes com a Covid-19, o Hospital Regional do Norte (HRN), em Porto Calvo, mudará o perfil assistencial nesta sexta-feira (19) e vai contar com 133 leitos, sendo 100 Clínicos e 33 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Com isso, a unidade passará a realizar, no primeiro momento, cirurgias de Média e Alta Complexidade nas especialidades de Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral e Ortopedia, além de Cardiologia, Neurologia, Ginecologia, Nefrologia e Urologia, posteriormente.

A mudança do perfil assistencial será possível graças à queda da curva de contágio da doença pandêmica em Alagoas, bem como, em razão da redução nas internações e nos óbitos por Covid-19.

Dados que podem ser comprovados, diariamente, pelas estatísticas emitidas por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que produz o Boletim Epidemiológico da Covid-19, bem como, pela Central Estadual de Regulação de Leitos, que elabora o Mapa Diário de Ocupação de Leitos.

Com a mudança do perfil assistencial, os 166.048 moradores dos municípios de Porto Calvo, onde o HRN está localizado, além de Jacuípe, Japaratinga, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Passo do Camaragibe, Porto de Pedras, São Luiz do Quitunde, São Miguel dos Milagres, receberão assistência hospitalar na região onde residem, conforme prevê o Plano de Regionalização da Saúde, que norteou a construção do HRN.

A medida, segundo o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, irá contribuir para reduzir o fluxo de pacientes no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, uma vez que, até então, os pacientes da região Norte de Alagoas não contavam com um hospital geral.

“Tivemos que antecipar a abertura do Hospital Regional do Norte em julho de 2020 para atender a população acometida pela Covid-19. Após quase um ano e meio focado na assistência aos infectados pelo novo coronavírus, vamos realizar a mudança de chave, alterando o perfil assistencial e assegurando que ele cumpra o real papel para o qual foi planejado e construído”, justificou o gestor da saúde estadual. “Uma iniciativa que só será possível porque os alagoanos estão contribuindo com as medidas sanitárias, que têm reduzido as internações por Covid-19, além de estarem comparecendo aos postos de vacinação para se imunizarem contra a doença pandêmica”.

A unidade

O Hospital Regional do Norte (HRN), em Porto Calvo, foi construído pelo Governo de Alagoas com recursos próprios da ordem de R$ 30,7 milhões, e inaugurado no dia 6 de julho de 2020, quando foi aberto, exclusivamente, para atender pacientes diagnosticados com a Covid-19.

A unidade conta com 370 profissionais, entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, pessoal de logística e de apoio.

Centro de Referência em Especialidades

Também nesta sexta-feira (19), às 9 horas, o Governo do Estado vai inaugurar, em Porto Calvo, o Centro de Referência em Especialidades. A unidade, localizada em prédio anexo ao Hospital Regional do Norte (HRN), foi construída com recursos próprios do Tesouro Estadual, da ordem de R$ 5.890.000,00.

Com a abertura do Centro de Referência em Especialidades, os moradores da II Região de Saúde passarão a contar com um serviço exclusivo para o tratamento de diversas doenças.

Para assegurar um diagnóstico preciso e agilizar a assistência, o serviço vai contar com equipamentos de última geração, como Tomografia Computadorizada, Raios-x Móvel e Fixo 100% digital e Ultrassonografia com Doppler.