24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Já são 46 os municípios alagoanos que cancelaram suas festas de Carnaval

Alta acentuada no número de casos de covid-19 e influenza têm motivado a suspensão de blocos e shows

Com a explosão no número de casos de covid-19 e influenza registrados já neste começo de ano, várias cidades alagoanas cancelaram as festividades carnavalescas. Nesta terça-feira, dia 11, mais seis municípios aderiram a esse posicionamento e, até agora, 46 cidades alagoanas oficializaram que não realizarão o Carnaval em 2022. As informações são da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Dentro da perspectiva de resguardar a população em relação a ambientes de potencial contágio, Maceió foi uma das primeiras cidades a suspender o Carnaval. Os tradicionais desfiles dos blocos no Jaraguá Folia, como também os eventos realizados na orla marítima foram cancelados. A iniciativa foi seguida por diversos outros municípios alagoanos.

Segundo dados da AMA, nove municípios informaram que ainda avaliam o atual quadro de casos de covid e influenza para definir seus planos sobre o Carnaval. São eles: Paripueira, São Luís do Quitunde, Porto de Pedras, Jequiá da Praia, Olivença, Mar Vermelho, São José da Laje, Matriz de Camaragibe e Novo Lino.

Confira a lista de municípios alagoanos que cancelaram o Carnaval 2022:

Água Branca, Atalaia, Belém, Cajueiro, Cacimbinhas, Campo Alegre, Campo Grande, Canapi, Capela, Carneiros, Coruripe, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Feliz Deserto, Joaquim Gomes, Jundiá, Lagoa da Canoa, Maceió, Maragogi, Maravilha, Marechal Deodoro, Maribondo, Mata Grande, Messias, Monteirópolis, Murici, Olho d’Água das Flores, Olho d’Água do Casado, Palestina, Pão de Açúcar, Pariconha, Piaçabuçu, Pilar, Piranhas, Poço das Trincheiras, Porto Calvo, Porto Real do Colégio, Rio Largo, Roteiro, Santa Luzia do Norte, Santana do Ipanema, São José da Tapera, São Miguel dos Campos, São Sebastião, Satuba e Senador Rui Palmeira.