26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Janaína Paschoal diz que decisão judicial que soltou chefe do PCC é culpa de Bolsonaro

Segundo a deputada paulista foi o presidente quem sancionou a lei que garantiu a liberdade do preso

Janaína Pachoal, deputada do PSL de São Paulo

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) responsabilizou o presidente Jair Bolsonaro pela decisão do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), que soltou o traficante conhecido como André do Rap, apontado como chefe do PCC. Horas depois da decisão de Marco Aurélio, o presidente do STF, Luiz Fux, suspendeu a soltura do traficante.

Fux atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que solicitou a suspensão da liminar do ministro Marco Aurélio sob o argumento de que a decisão violava a ordem pública. Solto na manhã de sábado (10), André ainda não foi encontrado.

Segundo o UOL, investigadores acreditam que ele tenha embarcado em um avião particular até o Paraguai.

Em uma resposta no Twitter à deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), Janaina escreveu: “Deputada, foi o Presidente Bolsonaro, seu ídolo, que sancionou essa pérola! Esqueceu?”, disse ela em referência ao pacote anticrime, projeto sancionado pelo presidente em dezembro de 2019 após aprovação do Congresso Nacional. E completou: “A população apoia a luta contra o crime, mas ELE NÃO!”.

Acompanhado do texto, Janaina publicou uma imagem de um artigo do Código de Processo Penal (CPP) que permite uma revisão da tutela de presos provisórios a cada 90 dias. O dispositivo passou a fazer parte do ordenamento jurídico no fim do ano passado, com a sanção do pacote anticrime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.