14 de maio de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

JHC quer levar Bolsonaro para ver ‘in loco’ a tragédia da Braskem no Pinheiro

Planalto sinaliza para 13 de maio a nova data da visita do presidente a Maceió

JHC quer levar Bolsonaro para ver de perto a tragédia do Pinheiro.

O prefeito de Maceió, JHC (PSB), tem como referência a data de 13 de maio próximo, como o novo dia de visita do presidente Jair Bolsonaro à capital  alagoana.

A data foi sinalizada pela assessoria do Palácio do Planalto e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), mas ainda não foi confirmada.

No entanto, JHC já passou também para a assessoria do governo uma nova agenda, que pode ser ainda mais impactante e emblemática para a visita de Bolsonaro e sua comitiva.

O prefeito quer levar o Presidente da República ao bairro do Pinheiro, para que ele veja de perto o tamanho da tragédia provocada pela Braskem.

Os bairros do Pinheiro, Bom Parto, Mutange e Bebedouro foram condenados e as famílias estão sendo expulsas de suas casas, devido aos danos causados pela exploração de sal-gema, o que provocou o maior crime ambiental da história alagoana.

As crateras subterrâneas  abertas pela mineradora  nos 4 bairros estão provocando o afundamento de ruas, casas e prédios segundo o laudo técnico do Serviço Geológico do Brasil, que revelou a monstruosidade do problema.

Assim, o prefeito de Maceió quer que Bolsonaro veja “in loco” os danos causados a Maceió pela Braskem.

A assessoria do Planalto, no entanto, ainda não disse se essa parada no Pinheiro será possível.