25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

JHC reúne secretários e ONG Gerando Falcões para avaliar avanços do Favela 3D

Iniciativa visa transformar as favelas em ambientes dignos, digitais e desenvolvidos

Prefeito JHC reúne secretários e ONG Gerando Falcões para avaliar avanços do Favela 3D
Prefeito JHC falou sobre a satisfação em contribuir diretamente pela transformação social no Vergel do Lago com o projeto Mandaver, da Gerando Falcões. Foto: Edvan Ferreira / Secom Maceió
O prefeito de Maceió, JHC, se reuniu nesta terça-feira (12), com a ONG Gerando Falcões, secretários municipais e o Instituto Mandaver para avaliar as ações do projeto Favela 3D que está sendo executado no Vergel do Lago e visa combater o ciclo de pobreza no bairro.

“Vim aqui me colocar à disposição e dizer que estou muito feliz em participar de mais uma reunião e de ter a Gerando Falcões aqui conosco. A gente só quer o melhor de cada um, para fazer um projeto piloto para ser referência no Brasil e no mundo, e saber que se aqui no Vergel conseguirmos vencer o ciclo de pobreza, ele pode ser vencido em qualquer lugar do mundo”.

O Favela 3D visa transformar as favelas em ambientes dignos, digitais e desenvolvidos. A intenção é construir um futuro sem pobreza aos moradores de favelas.

De acordo com a Gerando Falcões serão realizados oito pontos de transformação digital no Vergel, que são o acesso à moradia digna, à saúde, cidadania e cultura de paz, direito à educação, primeira infância, autonomia da mulher, cultura, esporte e lazer e geração de renda.

O trabalho conta com o apoio do Instituto Mandaver, que atua na transformação social do Vergel do Lago. O instituto já traz resultados positivos na geração de renda, desenvolvimento social e no Programa de Decolagem Familiar.

Na geração de renda, já foram capacitadas 1335 pessoas, feitas 250 contratações de moradores do Vergel para obras do Parque da Lagoa e abertura de linha de microcrédito no valor de R$ 60 mil pelo Banco Laguna.

Já no desenvolvimento social, houve formação de 10 líderes comunitários, 472 crianças e adolescentes inseridas em oficinas de cultura, esporte e lazer pelo Instituto Mandaver, e captados R$ 600 mil para a implementação do projeto sobre e-sports.

“Isso é um pouquinho do que conseguimos avançar, com recursos, com a ajuda de investimentos da Gerando Falcões e das secretarias municipais”. Lislania Pereira, presidente do Instituto Mandaver.

Reunião prefeito JHC com secretários e ONG Gerando Falcões. Fotos: Edvan Ferreira / Secom Maceió

Engajamento

O fundador da Gerando Falcões, Eduardo Lyra, participou da reunião de maneira virtual e falou sobre a velocidade em que os projetos vêm sendo realizados.

“É de uma força, energia e velocidade pouco vista no Brasil. É coisa de um jovem político mesmo. Faço uma reflexão muito grande, uma autoanálise para identificar o que tem nos distraído e eliminar essa distração. As obras físicas vão bem, mas precisamos diminuir o tempo de entregas e reuniões”.

O secretário de Assistência Social, Carlos Jorge, abordou sobre as ações sociais que já vêm sendo feitas e avaliou que a Rua Aberta na orla lagunar é um case de sucesso.

“Quem foi para Medellin viu a zeladoria em cada um, e fazer esse intercâmbio social, de escutar a população e ver quais os pensamentos deles nas intervenções é muito importante. A participação social vai ser vital para esse projeto se tornar um case de sucesso”.

O ex-secretário de Cultura de Medellín, Jorge Melguizo enviou um vídeo para a reunião parabenizando a Prefeitura pelo projeto do Favela 3D.

“A Gerando Falcões e o Instituto Mandaver são grandes instituições, e tive a grande oportunidade de conhecer a comunidade que é muito engajada com os projetos e isso é muito raro”.