21 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Justiça (RJ) mantém quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro

Senador é investigado no esquema de corrupção na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

O Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) manteve a quebra dos sigilos fiscal e bancário do ex-deputado estadual e atual senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), investigado por suposto esquema de rachadinha na época em que cumpriu mandato na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Filho mais velho de Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro é acusado de lavagem de dinheiro.

A defesa de Flávio havia entrado com um pedido de habeas corpus na 3ª Câmara Criminal, onde corre o caso, para tentar derrubar a decisão proferida em primeira instância, em abril do ano passado Relator do processo, o desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado defendeu, na semana passada, a restauração dos sigilos.

As outras duas desembargadoras que compõem o colegiado, Monica Tolledo Oliveira e Suimei Meira Cavalieri, haviam pedido mais tempo para analisar o caso. Hoje, contudo, elas votaram pela manutenção da decisão de primeira instância, do juiz Flávio Itabaiana Nicolau.

A sessão é fechada, e o processo, sigiloso. O Estadão/Broadcast confirmou o placar de 2 a 1, mas ainda não se sabe o que alegaram as desembargadoras.

Na semana passada, Amado votara em favor de Flávio pelo fato dele não ter sido ouvido antes do pedido de quebra de sigilo feito pelo Ministério Público estadual, que investiga o filho do presidente Jair Bolsonaro. O MP apura as práticas de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa por parte do senador

Procurado, o advogado de Flávio, Frederick Wassef, disse que, “ao contrário de outros”, não vai comentar a votação porque o caso está em segredo de Justiça. “Mas aproveito a oportunidade para falar ao nobre jornalista que a Polícia Federal afirmou não haver indícios de irregularidades. Quando a investigação é feita de forma isenta, ela encontra a verdade”, declarou Wassef.

O advogado também soltou uma nota em que com o mesmo teor. Veja abaixo: