27 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Lembra do senador com dinheiro enfiado na bunda: volta ao cargo em fevereiro

Ex-vice líder do governo, senador Chico Rodrigues, deve voltar ao mandato dia 17 de fevereiro

Chico Rodrigues deve voltar ao Senado em 17 de fevereiro

Estamos vivendo um inverno político que gerou, possivelmente, o pior parlamento dos últimos 20 anos no Estado brasileiro.

As representações de Câmara e do Senado, salvo pequenas proporções, estão pouco se lixando para os interesses da coletividade. A maioria quer se dar bem.

E se dar bem significa poder à base de tudo. Preferencialmente com dinheiro na cueca ou enfiado na bunda. Não importa.

Mas, é bom que se diga,  essas representações que receberam mandatos nas duas casas são a cara da sociedade brasileira de então.

Houve um tempo em que o parlamentar falgrado na picaretagem, no crime ou na falta de decoro era levado à Comissão de Ética e lá mesmo perdia o mandato.

Hoje,  Câmara e Senado praticamente não têm Comissão de Ética. Existe na forma e não nas ações.

Tanto é assim que o ex-vice-líder do governo no Senado – lembram dele! – senador licenciado Chico Rodrigues (DEM-RR) estará de volta ao mandato em 17 de fevereiro, como o mais inocente dos cidadãos brasileiros.

Pra refrescar a memória: O senador Chico Rodrigues é aquele que em meados de outubro do ano  passado foi flagrado numa operação da Polícia Federal com dinheiro entre as nádegas.

A operação da PF investigava fraudes na aplicação de recursos para combater a pandemia do covid-19. Ele, então, era vice-líder do governo Bolsonaro no Senado e foi acusado de desviar recursos da saúde pública. Enfiado na nádegas, ele tinha  R$ 30 mil.

Na época, o volume de recursos desviados, conforme o que foi divulgado pela PF, era de R$ 20 milhões.

Mas, o “candido” senador estará de volta. Para a honra e glória da “nova política” brasileira.

 

f