24 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Lenilda Luna diz que aprovação do PL que suspende dívida com o IPREV é “traição aos servidores”

Candidata acredita que a medida vai prejudicar todos os servidores de Maceió

Por 14 votos a 7, a Câmara de Maceió aprovou nesta quinta-feira (8) o PL do Executivo que suspende os repasses dos pagamentos patronais da previdência dos servidores municiais.

Com isso, o prefeito Rui Palmeira está autorizado a suspender o pagamento patronal ao Instituto de Previdência Municipal de Maceió (Iprev), entre 1º de março e 31 de dezembro de 2020. Essa conta deve ficar para a próxima administração.

E a candidata à prefeitura de Maceió, Lenilda Luna (UP), afirma que a aprovação do texto foi uma ‘traição aos servidores públicos’. Foi além, pedindo que vereadores que “aprovaram o calote” não sejam reeleitos.

Ela acredita que a medida vai prejudicar todos os servidores de Maceió, com a Lei que amplia o rombo no Fundo Previdenciário dos Servidores Públicos Municipais.

O prefeito deve aos servidores os 20% da contribuição patronal para o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Maceió (IPREV) desde de março, e agora conseguiu se desobrigar de pagar até dezembro deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.