26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Lideranças de caminhoneiros rejeitam manifestação convocada por Sérgio Reis

Presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores diz que entidade não se envolverá em protestos políticos

Chorão diz que categoria só se envolve com demandas fora da política.

Lideranças dos  caminhoneiros brasileiros se manifestaram neste domingo, 15, contra a  convocação de protestos a favor do Presidente Jair Bolsonaro, feitas pelo cantor e ex-deputado Sérgio Reis.

Reis chamou manifestações para que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), “aprove” o voto impresso e derrube os 11 ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), em até 72h.

Segundo Chorão, presidente da Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores), os caminhoneiros não vão se envolver em discussões políticas. “Isso quem tem que fazer é a população”, disse. O líder caminhoneiro afirmou que os organizadores dos protestos não deveriam envolver a categoria nessas manifestações políticas.

Disse ele que a união da categoria é necessária, mas para garantir as demandas formuladas ao governo e até agora não atendidas.

Já o cantor Sérgio Reis disse que enquanto o Senado não atender o pedido formulado por Bolsonaro os manifestantes vão ficar acampados em Brasília.