16 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Lula aparece pela 1ª vez à frente de Bolsonaro em pesquisa do primeiro turno de 2022

Na sequência aparecem o ex-juiz Sérgio Moro e Ciro Gomes, Luciano Huck, Guilherme Boulos, João Doria e Luiz Henrique Mandetta

A pesquisa XP/Ipespe sobre a eleição presidencial de 2022, divulgada nesta segunda-feira (5), apresentou um considerável crescimento nas intenções de voto do ex-presidente Lula.

O petista, que recentemente teve seus processos da Lava Jato anulados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e, assim, restabeleceu seus direitos políticos, pela primeira vez aparece numericamente à frente do presidente Jair Bolsonaro já no primeiro turno.

Isso quando a pesquisa é estimulada, quando são citados os nomes dos possíveis candidatos. Esta tendência já havia sido registrada pela última edição da Pesquisa Fórum, que mostrou Lula com 31,2% das intenções de voto já no 1º turno, à frente de Bolsonaro.

Neste pesquisa XP/Ipespe, Lula cresceu 4 pontos com relação ao último estudo e soma, agora, 29% das intenções de voto. Já Bolsonaro aparece com 28%. Como a margem de erro é de 3,2 pontos percentuais, ambos estão tecnicamente empatados.

Na sequência aparecem o ex-juiz Sérgio Moro e Ciro Gomes (PDT), ambos com 9%. Eles são seguidos por Luciano Huck, que tem 5%. O apresentador está à frente de Guilherme Boulos (PSOL), João Doria (PSDB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), que somam 3% das intenções de voto cada.

Brancos, nulos e aqueles que não sabem ou não responderam representam 12% dos entrevistados.

2º turno

Em uma simulação de segundo turno, Lula também venceria Bolsonaro, segundo a pesquisa XP/Ipesp. O petista registra 42%, contra 38% do titular do Planalto. Já quando o cenário é com Moro como adversário de Bolsonaro, o estudo aponta um empate de 30% de intenções de voto para cada. O mesmo acontece em uma simulação de segundo turno entre o presidente e Ciro Gomes, em que ambos empatam com 38%.

O levantamento simulou ainda um cenário espontâneo para o primeiro turno da eleição presidencial – isto é, quando os nomes dos possíveis candidatos não são citados. Neste recorte, é possível observar, mais uma vez, o crescimento de Lula, que saltou de 17% na última rodada da pesquisa para 21%. Ele fica numericamente atrás de Bolsonaro, que apesar de ter registrado queda nas intenções de voto, agora soma 24%, o que faz ele e o petista ficarem tecnicamente empatados na liderança.

A pesquisa XP/Ipespe realizou 1.000 entrevistas por telefone em todo o território nacional entre os dias 29 e 31 de março.