24 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Luto no rádio alagoano: morre o mestre Rui Agostinho, da Rádio Educativa

Rui era poeta, músico, cantor, programador musical e um entusiadasta do rádio

Rui Agostinho: a morte por Covid deixa no ar uma imensa tristeza

O meio cultural alagoano está de luto com a partida do poeta, cantor, e programador musical da Rádio Educativa de Alagoas, Rui Agostinho.

Rui chegou a Alagoas no inicio dos anos 70 e teve como primeiro emprego a Rádio Difusora de Alagoas, como programador musical, ao lado de Ricardo James e Amarivaldo Oliveira.

A morte de Rui pegou a todos de surpresa. Ele foi vitima desse virus devastador que já matou mais de 472 mil brasileiros.

Em meio a grande tristeza no ar, as redes sociais as manifestações, são as mais diversas. Todas com o sentimento único do cidadão de bem que ele foi em vida. Talentoso, solidário, trabalhador e um entusiasmado na arte de viver entre amigos e família.

Sobre Rui Agostinho, o fica aqui uma mensagem do colega dele de programação musical da Rádio Educativa, Mácleim Carneiro:

AO MESTRE RUI AGOSTINHO

Por Mácleim Carneiro

-Os domingos, mesmo que lindos e ensolarados, sempre me trazem alguma nostalgia, não sei de onde nem de quê. Talvez, por ser um dia de interlúdio da vida. Ou por não ser convencionalmente um dia útil. Quando num domingo bem cedo, recebo a mensagem que o meu amigo, mestre e companheiro de trabalho, por 17 anos, faleceu vítima desse vírus, dessa doença catastrófica, os domingos passarão a ser ainda mais tristes e gris, para mim.
Obrigado, meu querido amigo e companheiro de trabalho Rui Agostinho por todos os ensinamentos ao longo desses anos de convivência, harmonia e fraterna amizade. Obrigado pela sua dedicação, diuturnamente, às questões e à integridade da programação da Rádio Educativa FM, na imensa maioria das vezes, sem sequer ter o mínimo reconhecimento por quem deveria tê-lo. Não sei o que será agora da nossa querida Educativa FM, sem você. Não sei como a manteremos integra e cumprindo sua missão social e cultural, sem você.
O Rádio Alagoano perde um dos seus mais dedicados construtor e colaborador. Tenho certeza de que, assim como eu, toda a classe radialista está de luto com a sua partida tão inesperada e indesejada. Eu, perco um grande amigo e mestre, que me ensinou muito, e ganho um imenso vazio e uma tristeza saudosa.
À Marcia e aos seus filhos queridos, meus sinceros sentimentos de pesar e tristeza, extensivos à toda família. Que sigas em paz nessa nova viagem, levando a música de qualidade e o seu coração de poeta a outros planos, em outra existência. Minha saudade, tristeza e gratidão infinitas, meu querido amigo!