11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Mais de 50 cidades de Alagoas estão em emergência por causa das chuvas

Moradores deixam casas após rios transbordarem e diversos municípios estão com serviços de água e energia comprometidos

Já são 51 as cidades de Alagoas em situação de emergência por causa das chuvas. O número foi atualizado por meio de um decreto do Governo do Estado publicado em edição especial do Diário Oficial na noite de sábado (2).

Segundo o governador Paulo Dantas, na sexta-feira que as chuvas em Alagoas deixaram 29 municípios em situação de alerta. Isso porque rios e lagoas transbordaram, deixando ruas e casas alagadas, além de rodovias interditadas.

Em coletiva, Dantas (MDB) afirmou que o Estado colocou três helicópteros e 10 botes à disposição para assistência aos municípios para distribuir cestas básicas, água, colchões e produtos de higiene. O estado também deve continuar pagando o Auxílio-Chuvas às famílias desabrigadas e desalojadas.

“Acreditamos que o volume de chuva superou o de 2010. Não houve maiores vítimas porque a população já estava avisada e conseguiu sair de suas casas”. Paulo Dantas.

A Defesa Civil Estadual ainda não tem um balanço do número de famílias que tiveram que deixar suas moradias e até o momento não foi registrada nenhuma morte.

Água e energia

Segundo a Equatorial Energia, a pedido das prefeituras foi necessário desligar a rede elétrica no sábado (2) em decorrência de inundações em pelo menos 9 municípios: Atalaia, Quebrangulo, Paulo Jacinto, São José da Laje, Murici, Major Izidoro, União dos Palmares, Branquinha e Santana do Mundaú.

Já a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informou que 19 municípios da Bacia Leiteira estão com abastecimento de água suspenso em virtude da qualidade da água nos pontos de captação do Rio São Francisco.