2 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Marília Mendonça é enterrada em Goiânia com forte comoção dos fãs

Avião que caiu com a cantora não tinha caixa preta

Goiânia parou para ver Marília passar em caminhão dos Bombeiros

O corpo da cantora Marília Mendonça foi enterrado por volta das 19h deste sábado, 6, no cemitério Parque Memorial, na BR GO-020, em Goiânia, Goiás. O sepultamento ocorreu após longo cortejo de 9km entre o ginásio Goiânia Arena e o cemitério.

Ao longo do trajeto, diversos fãs aproveitaram para fazer as últimas homenagens para Marília. Outros artistas também prestaram solidariedades com um ato de ônibus ao longo do cortejo.  Ônibus de diversos artistas participam do ato.

O enterro foi restrito à família e amigos próximos.

Fã até o último segundo

Entre as centenas de fãs que aguardavam o corpo de Marília Mendonça, estava Fabiana Souza. Ela esperava a chegada de um irmão a Goiânia. Como não conseguiram entrar no velório, foi ao cortejo acompanhada da irmã e do cunhado. “Chegando lá, vimos que tinha muita gente. A cidade parecia de luto. Lá foi muito emocionante. As músicas delas trazem muito conforto, principalmente para mulheres. E muitas de nós choramos quando vimos o caixão dela no Corpo de Bombeiros”, relatou ao Correio sobre o momento em que ela, uma irmã e o cunhado ficaram de prontidão do lado de fora do cemitério Parque Memorial de Goiânia. “Foi uma coisa muito bonita. Em volta tinha muitos periquitos cantando e o som de animais, como se estivessem cantando pra ela”, acrescentou.

Velório

O caixão da cantora Marília Mendonça foi fechado por volta de 16h45 deste sábado, 6, após o velório que contou com milhares de fãs. A despedida da artista foi marcada por muita comoção e cerca de 100 mil pessoas eram esperadas no Ginásio Goiânia Arena, local onde ocorreu a despedida.

Marília Mendonça foi vítima de um acidente aéreo na última sexta-feira, 5. Além da cantora, o tio, o produtor, piloto e co-piloto perderam a vida na tragédia.

Ruth Moreira Dias, mãe de Marília, se despede do corpo da filha amparada por artistas amigos

Avião da tragédia não tinha caixa preta

O avião que caiu na Serra da Piedade, em Piedade de Caratinga,  no acidente que matou a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas, não possuía caixa-preta, conforme suspeitavam os militares do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), órgão do Centro Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Avião de Marília Mendonça
Avião da cantora(foto: Soraia Piva/EM/D.A Press )

Esse modelo de aeronave voa sem a caixa-preta, e, segundo o tenente-coronel Oziel Silveira, do Seripa III, esse equipamento não é obrigatório para o modelo. Mesmo sem a obrigatoriedade legal, a aeronave poderia ter, de forma opcional, a caixa-preta. Por isso, durante os primeiros procedimentos de investigação da Aeronáutica, os militares vasculharam o interior do avião e não encontraram esse equipamento.

No entanto, os militares encontraram o spot geolocalizador da aeronave, que funciona como um GPS, registrando a rota utilizada pelo piloto durante o voo. Essa é mais uma evidência, como disse o Ten Cel Silveira, para ser analisada nos próximos dias.