18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Mário Agra: sou candidato ao Senado contra farsante e “Mansa Musa”, que tratam tudo com dólar, euro e lira

Alagoas não pode suportar Senadores que esquecem o Estado e transformam seus gabinetes parlamentares, em verdadeiros escritórios de “negócios”.

Mário Agra, candidato ao Senado pelo Psol

Agronômo e ex-secretrário de Agricultura, no governo Ronaldo Lessa, o dirigente do Psol, Mário Agra, diz que se coloca como mais uma alternativa eleitoral para o Senado, em Alagoas, como contraponto aos nomes tradicionais que estão colocados na disputa.

Com linguagem metafórica, ele diz que “estou me contrapondo aos representantes do feudo do clã, do farsante, assim como, pelo grupo de miniaturas de “Mansa Musa”, que adora tratar tudo em dólar, euro ou lira”.

Segundo Agra, Alagoas não pode suportar Senadores que esquecem Alagoas, e transformam seus gabinetes parlamentares, em verdadeiros escritórios de “negócios”.

Ele destaca que a crise no País é imensa, a partir do governo Jair Bolsonaro. “É o desemprego crescendo, a corrupção imensa, e um governo fascistóide, tendo um Presidente desiquilibrado e incapaz de continuar governando”.

Para Mário Agra, Bolsonaro é uma figura com fortes traços de problemas de saúde, capaz de gerar várias crises de governo diariamente.

Por isso, diz que só faz sentido ser senador para lutar contra essas pragas atuais e defender, verdadeiramente, “as justas lutas do nosso povo”.

Assim é Mário Agra, candidato ao Senado pelo Psol