25 de setembro de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Mario Frias e Secom do Governo fazem mimimi com paródia de Adnet

Scretário especial da cultura chamou Marcelo Adnet de ‘frouxo’ e ‘bobão’

A divulgação de uma paródia do humorista Marcelo Adnet sobre uma ação publicitária feita pelo governo Jair Bolsonaro foi alvo de duras críticas do secretário especial da Cultura, Mario Frias, e da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República).

Adnet postou a paródia alusiva à campanha sobre “Heróis Brasileiros”, lançada na quinta pelo governo e que tem Mario Frias atuando na peça.

Na noite de ontem, o secretário criticou o vídeo, chamando o comediante de “frouxo”, “sem futuro”, “palhaço” e “bobão”. Já a Secom afirmou que Adnet faz “pouco dos brasileiros”.

O secretário atacou a vida pessoal do humorista da TV Globo, comentando sobre sua infidelidade no casamento com a ex-mulher Dani Calabresa: “Um Judas que não respeitou nem a própria esposa, traindo a pobre coitada em público por pura vaidade e falta de caráter”.

O Twitter oficial da Secom foi na mesma tocada e postou na manhã de hoje sobre a sátira de Adnet, usando outra foto do humorista e o acusando de “parodiar o bem e fazer pouco dos brasileiros”.

E Frias não parou por aí:

“Pior do que isso: conta vantagem por se considerar melhor que as outras pessoas. Mas isso tudo é só para esconder a solidão em que ele se encontra. Quem em sã consciência consegue conviver no mundo real com um idiota egoísta e fraco como esse? Onde eu cresci ele não durava um minuto. Bobão!”. Mario Frias, secretário especial da Cultura.

Mimimi

Humoristas brasileiros ironizaram, nas redes sociais, as críticas de Mário Frias e da Secom a Marcelo Adnet. Veja reações:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.