28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Mineração em terras indígenas: saiba como votou a bancada de Alagoas

Mineração nas terras indígenas é o caminho para destruição da Amazônia

Avanço do garimpo ilegal nas terras indígenas da Amazônia

A mineração em terras indígenas na Amazônia é o caminho para o desmatamento geral. O garimpo ilegal existe há muito tempo, assim como a grilagem de terras por fazendeiros e agora gente do agronegócio.

Mas o passo mais avançado para a devastação está sendo dado pela Câmara dos Deputados. Ela aprovou nesta quarta-feira, 9, o regime de urgência para a tramitação do projeto que legaliza a mineração em terras indígenas.

O presidente da casa, deputado Arthur Lira (PP) cumpriu tarefa do presidente Jair Bolsonaro (PL) que é o maior defensor do garimpo e da mineração na Amazônia, notadamente nas terras indígenas.

A matéria, com os votos da base governista controlada pelo Centrão de Arthur Lira e Ciro Nogueira, tende a passar se não houver uma mobilização mais ampla da oposição.

Vale destacar que se o projeto for aprovado para as terras indígenas virão mineradoras de toda parte do mundo, apoiadas pelo governo, para a exploração dessas terras.

Para a oposição esse é um projeto lesa pátria.

De Alagoas, votaram contra o projeto os deputados: Paulão (PT), Marx Beltrão (PSD), Severino Pessoa (Republicanos) e Tereza Nelma (PSDB). Isnaldo Bulhões se ausentou.

Votaram a favor: Nivaldo Albuquerque (PTB), Pedro Vilela (PSDB) e Sérgio Toledo (PL).