19 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ministro Fachin em resposta a Bolsonaro: “Joelhos dobrados, jamais”

Ministro diz que a justiça não permitirá a subversão do processo eleitoral

Ministro Edson Fachin manda recado a Bolsonaro

O ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou a fazer declaração enfática em defesa do processo eleitoralem meio aos constantes ataques de Jair Bolsonaro (PL), que tenta desacreditar as urnas e a apuração, temendo uma derrota no próximo pleito e ensaiando um golpe.

Segundo Fachin, o sistema eleitoral só será subvertido se ele for “removido” do cargo de presidente do TSE. “A nenhuma instituição ou autoridade a Constituição permite poderes que são exclusivos da Justiça Eleitoral. Não permitiremos a subversão do processo eleitoral –e digo, para que não tenham dúvida, para remover a Justiça Eleitoral de suas funções terão que antes remover este presidente da sua presidência. Diálogo sim, joelhos dobrados, jamais”, declarou durante Congresso Brasileiro de Magistrados, nesta sexta-feira (13).

“A Justiça Eleitoral está aberta a ouvir, mas jamais está aberta a se dobrar a quem quer que seja (que pretenda) tomar as rédeas do processo eleitoral. Além disso, a contribuição (dos militares) que se pode fazer é de acompanhamento do processo eleitoral. Quem trata de eleição são forças desarmadas, e, portanto, as eleições dizem respeito à população civil, que de maneira livre e consciente escolhe seus representantes”, disse. (Ivan Longo-Fórum)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.