26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ministros do STF são informados que Weintraub pode cair a qualquer momento; Ele deve ser preso

Ministro da Educação é investigado no inquérito das fake news conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes

Abraham Wintraub, ministro do MEC

Não é a primeira vez que se inicia a contagem, mas Abraham Weintraub, Ministro da Educação, já estaria com os dias contados na equipe do presidente Jair Bolsonaro.

Um contado do Planalto no Supremo Tribunal Federal já passou o recado aos ministros do STF: ele pode cair a qualquer momento. E com Weintraub continuando seus ataques às instituições, a possibilidade dele também ser presa é grande.

Além dos flagrantes do vídeo do inquérito aberto após denúncias do ex-ministro Sergio Moro, em que o titular do MEC queria os fdp do STF presos e dizia, em Brasília, que Brasília era um câncer, neste domingo (14) ele foi a uma manifestação de apoiadores de Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, sem máscara, gerou aglomerações e voltou a fazer afirmações polêmicas.

Questionando sobre o que fazer com corruptos, ele disse nesse domingo: “já falei minha opinião, o que faria com esses vagabundos”. Ministros do STF entenderam a frase como uma nova afronta e o Palácio do Planalto chegou à conclusão de que não daria mais para segurar Weintraub no cargo.

Um dos ministros, segundo Monica Bergamo, disse acreditar que, se o ministro seguir “nessa toada” de ataques, ele pode até ser preso e enquadrado na Lei de Segurança Nacional, por atacar as instituições.

Weintraub está sendo investigado no inquérito das fake news conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF. Ele também responde a inquérito pelo crime de racismo que teria cometido ao ironizar os chineses em postagens no Twitter.