26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Tecnologia

Nintendo comemora 35 anos de Super Mario planejando destruir carteira dos fãs

Além de remakes, destaque fica para o novo Mario Kart, com carrinhos de controle remoto e realidade aumentada

Em apresentação nas redes sociais, a Nintendo lançou uma apresentação comemorando os 35 anos da franquia Super Mario Bros. A empresa centenária e atualmente a mais rica do Japão (com 8,5 bilhões de dólares em dinheiro de caixa, sem contar ações) destacou seu mascote, o mais famoso dos videogames, com alguns lançamentos e remakes.

Mario, como é de se imaginar, é a grande estrela da empresa: seus jogos já venderam mais de 640 milhões de unidades, desde que fora lançado. O encanador italiano é a cara da franquia com o maior número de vendas do mundo, à frente de pesos pesados como Pokemon, GTA, Call of Duty e FIFa.

Grande parte dos jogos vão para o híbrido Nintendo Switch, que com mais de 61 milhões de unidades vendidas e já superou em números clássicos como o Super Nintendo ou o clássico NES.

Confira os destaques:

O mais engenhoso dos lançamento, Mario Kart Live Home Circuit (16 de outubro) promete ser um jogo para todos: na nova entrada da franquia, que já vendeu mais de 150 milhões de unidades (25 milhões só no Nintendo Switch), é de longe a mais inovadora das apresentações. E também a mais cara.

Com carrinhos de controle remoto, que tem uma câmera e são controlados pelo Nintendo Switch, os jogadores podem desfrutar de uma corrida “real”, dentro de suas próprias casas e com elementos do jogo.

Utilizando-se de realidade aumentada, jogadores poderão atingir os adversários com cascos e bananas, como sempre, e os efeitos serão sentidos no próprio carrinho.

A pegada é que os carros são vendidos separadamente e cada um deles precisa de um Nintendo Switch próprio para ser controlado.

O remake de Super Mario 3D World, do Nintendo Wii U, contará com conteúdo exclusivo de Bowser’s Fury. O jogo de plataforma com até quatro jogadores foi uma ótima entrada na franquia, mas foi sofreu com o número de vendas irrisório do fracassado Wii U. Não se pode dizer o mesmo do Switch (fevereiro de 2021).

Além de Super Mario All-Stars, que estará disponível grátis para quem assina o serviço online da Nintendo, uma edição limitada (até março) de Super Mario 3D All-Stars (18 de setembro) contará com três clássicos do encanador: Super Mario 64 (do Nintendo 64), Super Mario Sunshine (do Nintendo GameCube) e Super Mario Galaxy (do Nintendo Wii).

É uma nova versão, com gráficos e controles atualizados, exclusivamente para o Switch.

E, finalmente, Mario adentrará no mundo das Battle Royale, com Super Mario Bros. 35 (1º de outubro), onde trinca e cinco jogadores iniciam uma partida ao mesmo tempo e o último a terminar vivo, será o grande vencedor. A pegada é que você poderá jogar na tela dos adversários os koopas e goombas que matar pelo caminho.

E finalmente, para um portátil que não é o Switch, a Nintendo lançará um Game & Watch Super Mario Bros (13 de novembro).

Para assistir a Nintendo Direct completa, confira aqui: