4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

No Simples Assim: mulheres que socorrem mulheres

Saiba como contribuir para fortalecer a iniciativa

Sede do Centro de Defesa dos Direitos da Mulher, no Conjunto Santos Dumont, em Maceió

Hoje é quinta-feira, dia de postagem de algo “Simples Assim” que impacta positivamente na vida das pessoas. A postagem de hoje foi sugerida pela advogada Paula Lopes, que há cinco meses, junto com outras profissionais voluntárias, fundou o Centro de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM).

O CDDM  atua diretamente na defesa de mulheres, em situação de violência e de vulnerabilidade,  e na alfabetização de direitos, com o objetivo de estimular o protagonismo e o chamado empoderamento feminino. Os atendimentos e atividades são gratuitos e acontecem de 9 às 12 horas, de segunda à sexta-feira, na sede da ONG, no Conjunto Santos Dumont, próximo à Universidade Federal de Alagoas.

Simples Assim – Se você ou sua empresa deseja contribuir com trabalho ou doação para o Centro de Defesa dos Direitos da Mulher, basta entrar em contato via Whatsapp pelo número (82) 999225202. Outra opção é acessar a página do CDDM, no perfil http://@escritoriodamulher

Confira a mensagem que Paula Lopes gravou especialmente para o Simples Assim e ajude a divulgar essa iniciativa importantíssima para o fortalecimento da luta em defesa das mulheres em Alagoas.

 

Qual a sua ideia?

Você (sua empresa, instituição ou ONG) também pode compartilhar uma ideia Simples Assim que está contribuindo, positivamente, para a vida das pessoas.

Basta mandar seu relato detalhado, mas resumido, com fotos, ou fotos + vídeo para o WhatsApp (82) 98884-9484. Se optar por mandar também um vídeo, ele deve ser curtinho (de até 30 segundos) e mostrar como funciona sua ideia. Feche sua apresentação falando: “Simples Assim!”.  Sim, detalhe importante, lembre-se de gravar com a câmera do celular na horizontal.

E mais,  não esqueça da sua identificação (apenas nome, profissão e localidade). Se for uma pessoa jurídica (empresas públicas e privadas, ONGs entre outras instituições), os dados da pessoa responsável pela informação (nome, profissão, cargo e localidade).

Também é importante informar seu telefone e email (estes não serão divulgados), para o Blog entrar em contato, caso seja necessário.

Relatos sem essas informações básicas acima referidas  não serão considerados, quando da triagem para publicação semanal.

Simples Assim! Mãos à obra!