26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade

Economia

Servidores da educação: ou 13% de aumento ou greve geral no Estado

Economia
Os militares pressionaram e foram atendidos. Istoé, conseguiram negociar a reposição salarial com o governo do Estado e desistiram da Operação Padrão que haviam ameaçado. mas, o governo Renan Filho enfrenta outro drama agora com os servidores da educação. A categoria exige 13,01% de resposição ou entra em greve a partir da próxima quinta-feira, 16. Uma Assembleia do Sinteal decidiu por esse caminho nesta sexta-feira, 10.  O governo havia feito uma proposta de 7%, mas os associados do Sinteal consideraram uma "embromação". Os dirigentes sindicais sentaram com os representantes do governo estadual, mas consideraram que as reunões estavam sendo infrutíferas, por que não avançavam em nada. Daí a decisão de decretar greve por tempo indeterminado. A atitude dos servidores em Assembleia
Claro e Caixa são campeões de reclamações no Procon em Alagoas

Claro e Caixa são campeões de reclamações no Procon em Alagoas

Economia
Das dez empresas mais acionadas durante o primeiro semestre de 2015,  as firmas que lideram o topo da lista de serviços irregulares no Procon estão nos setores bancários e de telefonia, é o que aponta o Sistema de Informação Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec). De janeiro a junho, o órgão recebeu 17.734 reclamações de consumidores insatisfeitos. Ocupando a primeira posição do ranking das empresas mais acionadas, a Claro S.A. aparece com 690 reclamações. Logo em seguida, Caixa Econômica Federal apresenta 652 ocorrências. Na terceira colocação, TNL PCS S/A contabiliza 525 reclamações. Segundo o coordenador da Escola Estadual de Defesa do Consumidor, Leônidas Dias, a maioria das reclamações nas empresas é referente a práticas abusivas, vendas casadas, cobranças indevidas. “As
Governo quer criar empregos a partir da agricultura familiar

Governo quer criar empregos a partir da agricultura familiar

Economia
Aumentar o número de emprego no campo,principalmente na região do semiárido alagoano. Esta é a proposta do Secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Rafael Brito. Ele se entusiasmou com essa possibilidade a partir do anúncio do Banco do Brasil que que o Estado terá à disposição r$ 170 milhões para investir na agricultura familiar.   A expectativa de criar postos de trabalho no setor, para o secretário, passa pelo fortalecimento do processo de irrigação na agricultura familiar por meio de bombas movidas à energia solar. Essa tecnologia foi apresentada a diretoria da Secretaria de Trabalho pela Pure Energy, empresa especializada em sistema de energias renováveis, como foco na energia fotovoltaica. Na oportunidade, foram demonstradas algumas opções de kits de placas solar
Governo do Estado nega demissão em massa nas obras do canal do sertão

Governo do Estado nega demissão em massa nas obras do canal do sertão

Economia
  O governo do Estado negou hoje que esteja havendo demissão em massa dos trabalhadores da empreiteira OAS, que conduz a obra do canal do sertão em Alagoas. Em nota distribuída a imprensa a Secretaria de Comunicação Social diz que "quadro de funcionários é ampliado e canal do sertão segue em ritmo acelerado". Diz ainda que  seguindo orientação do Ministério da Integração Nacional, o Governo de Alagoas priorizou a conclusão do trecho 3 do Canal do Sertão e da Adutora do Alto Sertão, que após a sua conclusão, já trazem benefícios e funcionalidade imediata, acarretando numa diminuição do ritmo da obra no trecho 4 e numa readequação no quadro de trabalhadores.   Em anúncio recente, feito durante sua passagem por Alagoas, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi,
Estaleiro de Coruripe: tudo não passou de uma grande ilusão

Estaleiro de Coruripe: tudo não passou de uma grande ilusão

Economia
Cantado em verso e prosa no governo passado, o estaleiro de Coruripe não passou de uma ilusão para o povo do litoral sul alagoano. Foi anunciado em peças publicitárias como uma mega empresa que se instalaria em Alagoas e geraria mais de 3 mil empregos diretos. No entanto, a realidade hoje é outra e o governador Renan Filho (PMDB) deixou bem claro esse engodo. Segundo ele, o governo de Teotônio Vilela Filho, do PSDB, alardeou que o estaleiro só dependia da licença ambiental do Ibama para se instalar em Maceió. Destacou o governador que o licenciamento saiu, mas o governo nunca houve terreno para a instalação do equipamento industrial. Ou seja, Vilela deveria ter adquirido o terreno para que o estaleiro se instalasse e isso não foi feito. Para retomar esse projeto agora, em meio a
Plano safra vai investir R$ 170 milhões na agricultura em Alagoas

Plano safra vai investir R$ 170 milhões na agricultura em Alagoas

Economia
Graças aos investimentos de mais de R$ 110 bilhões do governo federal no Plano Safra da Agricultura Familiar (2016/2016) em todo o País, o Estado de Alagoas terá à disposição este ano uma linha de crédito na ordem de R$ 170 milhões. Os recursos serão liberados pelo Banco do Brasil. Com esses recursos, o banco pretenden financiar o agricultor familiar, o médio agricultor e a agricultura empresarial em Alagoas. De acorco com o Banco do Brasil este ano houve um aumento de 14,1% no v0lume de recursos em relação ao ano anterior. Segundo o superintendente do Banco do Brasil para Varejo e Relações com o Governo, Egnaldo Barbosa de Farias, para a agricultura familiar, na safra anterior, o valor destinado a Alagoas foi de R$ 86 milhões. Neste ano, o valor será de 96 milhões, um incremento de
Sine realiza capacitação de trabalhadores no interior do Estado

Sine realiza capacitação de trabalhadores no interior do Estado

Economia
Cerca de 80 pessoas participam dos cursos profissionalizantes promovidos pela Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine), na Casa Integrada do Trabalhador, em Arapiraca. Entre as oficinas, destaca-se a de corte e costura, cuja estrutura física e equipamentos – máquinas, mesas, cadeiras, quadro branco – foram disponibilizados pelos Sine. Já os recursos humanos e didáticos – tesoura, tecido, agulha, linha – são de responsabilidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), através de uma parceria entre as duas instituições. Durante o acompanhamento do curso, a gerente de núcleo da Secretaria do Trabalho, Francisdey Farias, considerou a iniciativa positiva. Ela ressaltou ainda que a oficina é uma oportunidade para as pessoas co
Governo entrega retroescavadeira e tratores a assentados de Penedo

Governo entrega retroescavadeira e tratores a assentados de Penedo

Economia
Mais de 2,5 mil agricultores familiares e assentados no município de  Penedo serão beneficiados por máquinas e implementos agrícolas entregues na quarta-feira, primeiro de julho, pelo secretário de Estado da Agricultura, Pesca e  Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, ao prefeito Marcius Beltrão. Dois tratores, uma retroescavadeira, um carroção, uma grade aradura e uma roçadeira foram enviados ao município pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Para o agricultor Heleno Francisco dos Santos, de 54 anos, do assentamento São José, a chegada do maquinário representa a garantia de uma melhor colheita na próxima safra. “A gente planta mandioca, macaxeira, tomate, cebola, abacaxi. Tudo que dá para plantar. E, com essas máquinas novas, a gente pode ter a certeza de qu
Algás quer expandir serviços junto ao setor industrial do Estado

Algás quer expandir serviços junto ao setor industrial do Estado

Economia
Definir uma estratégia de expansão junto ao setor industrial é a meta da Algás na atual gestão. A proposta neste sentido foi apresentada ao governador Renan Filho (PMDB) pela direção da empresa, que visa ampliar a oferta de serviços na cadeia produtiva do gás natural no Estado. Em reunião com o governador  os diretores da distribuidora também apresentaram  o modelo de gestão pelo qual é regida a Algás e as estratégias de desenvolvimento da Companhia. “A Algás possui um amplo potencial de atuação em Alagoas e nós estamos trabalhando em projetos para os próximos quatro anos, sempre com foco em prestar serviços de qualidade e impulsionar o crescimento do Estado como um todo”, explicou o diretor-presidente da distribuidora, Arnóbio Cavalcanti. Além de tratar de temas relativos à p
Sem terra querem desapropriar as terras do Grupo João Lyra

Sem terra querem desapropriar as terras do Grupo João Lyra

Economia
Trabalhadores e trabalhadoras rurais realizam na manhã desta quarta, 01, um grande ato unificado exigindo a desapropriação das áreas da massa falida do Grupo João Lyra, em Alagoas. Participam desta ação trabalhadores e trabalhadoras organizadas nos movimentos MLT, MST, MTL, MUPT, MVT e Terra Livre. Os Sem Terra concentram-se na Praça dos Martírios e seguem em marcha pelo Centro da Cidade de Maceió onde questionam a dívida do grupo liderado pelo empresário e ex-deputado federal João Lyra (PSD), que teve sua falência decretada há 7 anos, devendo a credores, Governo Federal, Governo Estadual e ex-funcionários uma quantia de aproximadamente R$ 2,1 bilhões. Para os trabalhadores, as áreas do Grupo devem ser destinadas ao assentamento das famílias acampadas no estado. O empresário que