15 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade

Economia

Governo estadual alerta para o pagamento da taxa do bombeiro

Governo estadual alerta para o pagamento da taxa do bombeiro

Economia
O governo do  Estado está alertando aos contribintes o prazo para o pagamento da taxa do bombeiro. O prazo para o pagamento da Taxa de Bombeiros termina na próxima sexta-feira, 31. A taxa é a principal forma de arrecadação do Corpo de Bombeiros. O governo estadual justifica a cobrança da taxa dizendo que é  por meio dela que a corporação adquire novos equipamentos e viaturas para atender melhor à sociedade. A cada ano o Corpo de Bombeiros evolui na tecnologia dos seus equipamentos e viaturas, ampliando o atendimento à comunidade. Devido à importância desse recurso para a corporação e ao índice de inadimplência, o comando do CB apela à população que contribua para o crescimento e a eficiência do serviço e informa que quem não receber o boleto até o vencimento poderá adquirir a

O olhar de cobiça de autoridades para R$ 500 milhões do AL Previdência

Economia
O Instituto Alagoas Previdência vive permanentemente na corda bamba, graças ao olho gordo de cada gestor para as contas do Fundo. No governo passado foi vitima de um golpe de R$ 200 milhões. Hoje, com R$ 500 mihões em caixa está chamando a atenção de setores importantes da máquina pública. A discussão no âmbito de técnicos fazendários importantes é que com todo esse dinheiro em caixa, o governo Renan Filho (PMDB) poderia está vivendo uma situação financeira mais tranquila. Ou seja, atualmente há quem defenda que esses recursos sejam transferidos para a conta única do Estado. Para isso acontecer um projeto terá que ser enviado à Assembleia Legislativa, como fez antecessor de  Renan, o governador Teotônio Vilela, quando com a autorização do parlamento estadul retirou R$ 200 milhões do
Conab tem 80 toneladas de feijão para municípios alagoanos

Conab tem 80 toneladas de feijão para municípios alagoanos

Economia
O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos - AMA-, prefeito Marcelo Beltrão disse hoje que está tentando alternativas para garantir que os municípios não percam o feijão liberado pelo governo federal através da Conab. O estoque de 80 toneladas será dividido em duas etapas e a orientação do superintendente Elizeu Rego é de que os municípios alagoanos partam na frente para garantir o produto de melhor qualidade. Para receber a doação os municípios terão que importar o grão dos armazéns de Minas Gerais e é exatamente o valor desse frente que está preocupando os gestores. “Vivemos em um momento de muita dificuldade financeira, mas a AMA vai tentar a parceria do governo do Estado para ratear os custos com os municípios”, disse o presidente Beltrão. A Conab já está distribu
Sine anuncia 11 novas vagas de empregos na área de serviços

Sine anuncia 11 novas vagas de empregos na área de serviços

Economia
A Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego de Alagoas está anunciando 11 novos postos de trabalho no mercado de alimentação, hotelaria e serviços. De acordo com a publicação da página oficial da Sete no Facebook, estão disponíveis duas vagas para garçons, duas de baristas, uma para técnico em nutrição e outra para chefe de cozinha. No setor de serviços, há uma vaga para mecânico eletricista e mais duas para vendedor interno, destinadas especificamente a portadores de deficiência. A procura por profissionais qualificados cresce e, na mesma proporção, as publicações de oportunidades de empregos aumentam no site e nas redes sociais da secretaria. É importante que os interessados por um novo emprego realizem o cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine) e preencham os formulários n

Servidores da educação: ou 13% de aumento ou greve geral no Estado

Economia
Os militares pressionaram e foram atendidos. Istoé, conseguiram negociar a reposição salarial com o governo do Estado e desistiram da Operação Padrão que haviam ameaçado. mas, o governo Renan Filho enfrenta outro drama agora com os servidores da educação. A categoria exige 13,01% de resposição ou entra em greve a partir da próxima quinta-feira, 16. Uma Assembleia do Sinteal decidiu por esse caminho nesta sexta-feira, 10.  O governo havia feito uma proposta de 7%, mas os associados do Sinteal consideraram uma "embromação". Os dirigentes sindicais sentaram com os representantes do governo estadual, mas consideraram que as reunões estavam sendo infrutíferas, por que não avançavam em nada. Daí a decisão de decretar greve por tempo indeterminado. A atitude dos servidores em Assembleia
Claro e Caixa são campeões de reclamações no Procon em Alagoas

Claro e Caixa são campeões de reclamações no Procon em Alagoas

Economia
Das dez empresas mais acionadas durante o primeiro semestre de 2015,  as firmas que lideram o topo da lista de serviços irregulares no Procon estão nos setores bancários e de telefonia, é o que aponta o Sistema de Informação Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec). De janeiro a junho, o órgão recebeu 17.734 reclamações de consumidores insatisfeitos. Ocupando a primeira posição do ranking das empresas mais acionadas, a Claro S.A. aparece com 690 reclamações. Logo em seguida, Caixa Econômica Federal apresenta 652 ocorrências. Na terceira colocação, TNL PCS S/A contabiliza 525 reclamações. Segundo o coordenador da Escola Estadual de Defesa do Consumidor, Leônidas Dias, a maioria das reclamações nas empresas é referente a práticas abusivas, vendas casadas, cobranças indevidas. “As
Governo quer criar empregos a partir da agricultura familiar

Governo quer criar empregos a partir da agricultura familiar

Economia
Aumentar o número de emprego no campo,principalmente na região do semiárido alagoano. Esta é a proposta do Secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Rafael Brito. Ele se entusiasmou com essa possibilidade a partir do anúncio do Banco do Brasil que que o Estado terá à disposição r$ 170 milhões para investir na agricultura familiar.   A expectativa de criar postos de trabalho no setor, para o secretário, passa pelo fortalecimento do processo de irrigação na agricultura familiar por meio de bombas movidas à energia solar. Essa tecnologia foi apresentada a diretoria da Secretaria de Trabalho pela Pure Energy, empresa especializada em sistema de energias renováveis, como foco na energia fotovoltaica. Na oportunidade, foram demonstradas algumas opções de kits de placas solar
Governo do Estado nega demissão em massa nas obras do canal do sertão

Governo do Estado nega demissão em massa nas obras do canal do sertão

Economia
  O governo do Estado negou hoje que esteja havendo demissão em massa dos trabalhadores da empreiteira OAS, que conduz a obra do canal do sertão em Alagoas. Em nota distribuída a imprensa a Secretaria de Comunicação Social diz que "quadro de funcionários é ampliado e canal do sertão segue em ritmo acelerado". Diz ainda que  seguindo orientação do Ministério da Integração Nacional, o Governo de Alagoas priorizou a conclusão do trecho 3 do Canal do Sertão e da Adutora do Alto Sertão, que após a sua conclusão, já trazem benefícios e funcionalidade imediata, acarretando numa diminuição do ritmo da obra no trecho 4 e numa readequação no quadro de trabalhadores.   Em anúncio recente, feito durante sua passagem por Alagoas, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi,
Estaleiro de Coruripe: tudo não passou de uma grande ilusão

Estaleiro de Coruripe: tudo não passou de uma grande ilusão

Economia
Cantado em verso e prosa no governo passado, o estaleiro de Coruripe não passou de uma ilusão para o povo do litoral sul alagoano. Foi anunciado em peças publicitárias como uma mega empresa que se instalaria em Alagoas e geraria mais de 3 mil empregos diretos. No entanto, a realidade hoje é outra e o governador Renan Filho (PMDB) deixou bem claro esse engodo. Segundo ele, o governo de Teotônio Vilela Filho, do PSDB, alardeou que o estaleiro só dependia da licença ambiental do Ibama para se instalar em Maceió. Destacou o governador que o licenciamento saiu, mas o governo nunca houve terreno para a instalação do equipamento industrial. Ou seja, Vilela deveria ter adquirido o terreno para que o estaleiro se instalasse e isso não foi feito. Para retomar esse projeto agora, em meio a
Plano safra vai investir R$ 170 milhões na agricultura em Alagoas

Plano safra vai investir R$ 170 milhões na agricultura em Alagoas

Economia
Graças aos investimentos de mais de R$ 110 bilhões do governo federal no Plano Safra da Agricultura Familiar (2016/2016) em todo o País, o Estado de Alagoas terá à disposição este ano uma linha de crédito na ordem de R$ 170 milhões. Os recursos serão liberados pelo Banco do Brasil. Com esses recursos, o banco pretenden financiar o agricultor familiar, o médio agricultor e a agricultura empresarial em Alagoas. De acorco com o Banco do Brasil este ano houve um aumento de 14,1% no v0lume de recursos em relação ao ano anterior. Segundo o superintendente do Banco do Brasil para Varejo e Relações com o Governo, Egnaldo Barbosa de Farias, para a agricultura familiar, na safra anterior, o valor destinado a Alagoas foi de R$ 86 milhões. Neste ano, o valor será de 96 milhões, um incremento de