25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Interior

Obras de duplicação da AL-220 são retomadas entre São Miguel dos Campos e Campo Alegre

Expectativa é de que toda a rodovia seja concluída até o primeiro semestre de 2020; com 31 km, trecho 2 terá investimento de R$ 67 milhões do Governo

As obras do trecho 2 da duplicação Maceió – Arapiraca, na AL-220, entre os municípios de São Miguel dos Campos e Campo Alegre, foram retomadas nesta segunda-feira (8), após o governador Renan Filho e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinarem a ordem de serviço.

De acordo com Renan Filho, a expectativa é de que toda a duplicação da AL-220 seja concluída até o final do primeiro semestre de 2020. A duplicação entre Maceió e Arapiraca tem 81 km de extensão e investimento total de R$ 183 milhões. A obra foi dividida em três trechos.

“Essa é uma obra muito importante para o nosso desenvolvimento econômico e para preservar vidas. Com a duplicação, vamos diminuir bastante o número de acidentes. Sem dúvidas, essa é uma das principais obras executadas hoje pelo Governo do Estado”. Renan Filho, governador de Alagoas.

Os trabalhos no trecho 2 estavam paralisados porque a empresa vencedora da licitação não teve condições de tocar a obra. Um outro consórcio que participou do certame foi convocado e assumiu os serviços.

A solenidade de assinatura da ordem de serviço foi realizada às margens da AL-220, em frente ao Empório Alegre, em Campo Alegre. O trecho 2, com 31 quilômetros de extensão, terá investimento de R$ 67 milhões em recursos próprios do Governo de Alagoas.

Trechos

A duplicação foi dividida em três trechos. O primeiro deles já foi inaugurado, em junho do ano passado, compreendido entre a Barra de São Miguel e São Miguel dos Campos. São 18 km de extensão e R$ 48,5 milhões em recursos aplicados.

Já o terceiro, entre Arapiraca e Campo Alegre, encontra-se em obras com 35% dos trabalhos já executados. São 32 km e investimento de R$ 67,3 milhões.

A duplicação Maceió-Arapiraca vai impulsionar o desenvolvimento econômico em todo o Estado, facilitando o escoamento da produção, fortalecendo o potencial turístico de Alagoas e garantindo segurança viária aos motoristas que trafegam pela rodovia.