9 de março de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Pacheco, aliado de Bolsonaro, é eleito presidente do Senado no 1º turno

Foram 57 votos contra 21 para Simone Tebet (MDB-MS), que se tornou candidata independente após ser preterida pelo próprio partido

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e apadrinhado pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), Rodrigo Pacheco (DEM-MG) se elegeu como o novo presidente do Senado já no primeiro turno da eleição.

Foram 57 votos para Pacheco contra 21 para Simone Tebet (MDB-MS), que acabou se tornando uma candidata independente após ser preterida pelo próprio partido. A eleição para a presidência da Câmara acontece hoje ainda, mais tarde.

Pacheco

Pacheco construiu uma base de apoio sólida, com 11 partidos, tanto governistas quanto da oposição, como o PT e a Rede. Alcolumbre foi o principal articulador da campanha de Pacheco e investiu em manejar cargos importantes do Senado nas mãos dos principais apoiadores de sua gestão.

Pacheco disse que, se fosse eleito, se guiaria pelo tripé de “saúde pública, desenvolvimento social e crescimento econômico”, com ações de combate aos efeitos socioeconômicos negativos causados pela pandemia do novo coronavírus.