2 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Policia

Pastor é preso em Maceió após dizer que menina de 10 anos deveria perder virgindade com ele

Líder evangélico afirmava que Deus queria a consumação do ato e que isso iria salvar o pai da vítima

Um pastor de Fernão Velho foi flagrado assediando sexualmente uma menina de 10 anos em áudios ouvidos pela polícia. Ele tentava convencer a criança a perder a virgindade com ele para curar o pai dela.

O líder religioso disse à vítima que o pai dela esta rodeado de “espíritos da morte” e que transar com ele seria uma “obra de Deus”.

O nome do pastor evangélico, já preso pela polícia nesta quarta (24) e que não teve o nome divulgado, foi denunciado pela tia da menina, que teve acesso aos arquivos enviados pelo suspeito no celular dela.

O líder religioso de 45 anos começou afirmando que vai ser o primeiro homem a ter relações sexual com a menina e que era para ela não ter vergonha:

“Deus me mostrou que você ia se acordar de 7h30, que você ia só esperar minha ligação […] Vou fazer aquilo que eu quero fazer, entendeu? Tirar sua virgindade, é só ficar relaxada, não tenha vergonha, entendeu? […] Você tem que dizer que você vai na casa de uma colega sua porque Deus mandou. O pessoal vai entender. Porque sabem que o próprio Deus quer usar você. Você tem um coração… Não tenha medo. Estou esperando você”. Pastor evangélico

Ele insiste que o sexo é para salvar o pai da vítima. “Você tem que vir, porque o espírito de morte está rodeando seu pai”.

Depois que a menina concordou, o líder religioso diz que está tudo pronto para os dois e chegou a dizer que Deus ficou feliz com a atitude dela. “Você diga que vai fazer a obra de Deus, sim. Deus se agradou com a sua atitude, viu? Pense como ele se agradou. Venha logo”.

Foi quando Policiais militares do 4º Batalhão prenderam o pastor de uma igreja evangélica. A equipe de militares foi acionada por vizinhos da vítima, que informaram que a menor estaria sendo aliciada para fazer sexo com o homem de 45 anos, na região da Vila da Goiabeira.

Durante o deslocamento, a polícia encontrou a tia da criança e ela apresentou os áudios do pastor enviados para a menina num aplicativo de mensagens.

Levado para a delegacia para os procedimentos necessários. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de violência sexual mediante fraude. A Polícia Civil vai investigar o crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.