28 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Paulo Dantas visita desabrigados das chuvas em 3 municípios alagoanos

Boletim da Defesa Civil diz que 7 mil pessoas sofrem com os danos provocados pelas fortes chuvas no Estado

Governador Paulo Dantas visita desabrigados das chuvas em Alagoas

O balanço da Coordenação da Defesa Civil em Alagoas diz que cerca de 7 mil alagoanos foram afetados diretamente pelas chuvas que caem no Estado desde a última quinta-feira.

Os números revelados neste sábado, 28,  revelam 6.958 estão em situação de vulnerabilidade devido aos efeitos das chuvas e que deste total mais de 5 mil estão fora de suas casas, enquanto pouco mais de 1.800 pessoas estão desabrigadas.

As áreas mais problemáticas foram vistoriadas hoje pelo governador Paulo Dantas. Ele esteve em três municípios e reforçou o compromisso do Estado de investir permanentemente na prevenção de enchentes nas regiões e na assistência para a população atingida.

Em São Miguel dos Campos – município que tem o maior número de pessoas afetadas, com 3.829 desabrigados e desalojados, de acordo com o último boletim da Defesa Civil Estadual -, Paulo Dantas percorreu o povoado Coité de Baixo e os bairros Humberto Alves, José Torres Filho e Paraíso, áreas mais afetadas da cidade miguelense. Ele também esteve em alguns abrigos que estão recebendo os moradores que tiveram suas residências atingidas pelas chuvas.

“Nós estamos passando por esses locais hoje para dizer à população que o governo vai auxiliar de todas as formas para nós enfrentarmos esse problema da melhor maneira possível. Vamos disponibilizar todos os equipamentos necessários para reconstrução de estradas, pontes e barragens, se for o caso. Vamos atuar de maneira integral no cuidado das pessoas”, afirmou Paulo Dantas.

Ele também esteve em Feliz Deserto, onde várias áreas do município sofrem com os alagamentos, o que deixou prejuízos a centenas de famílias que vivem em áreas de riscos. Lá, 123 pessoas estão desabrigadas e 265 desalojadas.

Em Coruripe, o governador constatou que mais de 350 pessoas estão desabrigadas. Na oportunidade deixou claro que o seu governo vai realizar todos os esforços para atender as demandas das Prefeituras municipais, para que estas possam acolher e atender bem a população que está sofrendo com os efeitos das chuvas.