28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Paulo Dantas: “Vou lutar para que a Lei de Incentivo do Esporte se torne realidade”

Deputado defende criação de fundo e implantação de Bolsa Atleta Técnico, em reunião com segmento

No Twitter, após uma reunião com cerca de 50 dirigentes de entidades desportivas, o deputado Paulo Dantas firmou um compromisso para que a Lei de Incentivo para o Esporte seja sancionada e se torne realidade em Alagoas.

“Alagoas é um dos poucos Estados em que a Lei de Incentivo do Esporte não está em prática. O governador deve sancioná-la, mas vou me engajar para que ocorra logo. É fundamental que a política seja acompanhada de um fundo do Esporte para quem não consegue captar recursos privados”. Paulo Dantas.

O encontro foi promovido, nesta quarta-feira, pelo vereador Eduardo Canuto com presidentes de federações e entidades, que apresentaram demandas do setor e sugestões que atendam os profissionais da área. Eduardo Canuto comentou que o Esporte nem sempre é visto com prioridade pelos gestores públicos.

“Quase todo governante elege três pilares como prioritários para sua gestão: educação, saúde e segurança pública. Mas costumam esquecer que o esporte é parte da solução para esses três pilares”. Eduardo Canuto.

Também presente ao evento, a deputada Cibele Moura (PSDB) destacou que a emenda parlamentar dela foi a primeira a ser aprovada para o esporte na Assembleia Legislativa de Alagoas. “Precisamos mostrar que é importante apoiar quem faz o esporte acontecer, que são essas pessoas que estão aqui”;

Propostas

Uma das principais referências do Esporte nacional, o atual presidente da Confederação Brasileira de Desportos Universitários, Luciano Cabral, compareceu como especialista para apresentar um panorama e os anseios do esporte alagoano.

“Alagoas tem dirigentes nas principais entidades nacionais, do futebol ao vôlei, passando pelo desporto universitário. Mas não consegue transferir isso para a realidade do esporte local. Por isso o Estado precisa pensar programas de apoios aos atletas e também aos alunos, como o Escola do Esporte e o Esporte para Todos. E é preciso que isso não se restinja a Maceió. A política de esporte precisa chegar aos 102 municípios”. Luciano Cabral.

“O Esporte tem um papel social e econômico muito importante e ainda ajuda a divulgar nosso Estado para o turismo. Entendo que é hora de ver o caminho para estender o Bolsa Atleta aos técnicos, estudar como construir uma Arena que permita a vinda de grandes eventos e elaborar políticas ouvindo quem faz o Esporte. É um compromisso que tenho como deputado e homem público”, apontou Paulo Dantas.