22 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Pazuello praticamente faz confissão de culpa ao pedir na justiça pra ficar calado na CPI

Ele certamente não ouviu o ministro Ônyx Lorenzoni que disse no Twitter: ‘só bandido pede para ficar calado em CPI”

AGU vai ao STF pedir habeas corpus para Pazuello ficar calado na CPI

A pergunta que surge em meio ao país, onde a paixão política tornou-se uma corrente de seitas, e a baixaria e a mentira tornaram-se honrarias de gestores públicos: – Por que será que o general Eduardo Pazuello quer um habeas corpus para ficar calado quando for depois na CPI da Covid?

Quem quiser responda, movido ou não as paixões.

Mas, desde já isso revela um medo exagerado. E pior ainda: Deixa no ar a impressão da confissão de culpa.

A máxima antes cultuada no governo em seus fóruns e bolhas era de que “quem não deve não teme”. A ser assim, o medo do general Pazuello e do Palácio do Planalto que o treinou para falar é um fato.

Basta dizer que foi a Advocacia Geral da União (AGU) quem entrou com o pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que Pazuello não diga nada na CPI.

Isto é, fique calado!

O ex-ministro da saúde certamente não ouviu o Secretário do Gabinete Civil do Planalto, Onyx Lorenzoni, que declarou nas redes sociais que “só bandido se vale do direito de ficar calado em CPI”.

Pelo Twitter, Lorenzoni disse que quem fica calado em CPI “é bandido e covarde”.

E agora general?