28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Pecuarista e cabo eleitoral que arrecada dinheiro para Bolsonaro deve R$ 480 milhões à RF

Apesar do calote dado na Receita, o ruralista arrecadador de campanha tem passe livre no Planalto

Ruralista arrecada dinheiro para campanha de Bolsonaro

Apontado como um dos arrecadadores de dinheiro para a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), o pecuarista de Ji-Paraná Bruno Scheid (PL-RO), de 38 anos, deve R$ 482.191,46 à União.

Os dados foram divulgados pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Segundo a plataforma, o ruralista tem duas dívidas ativas em seu nome: uma no valor de R$ 354.798,07 e outra de R$ 127.393,39. Ambas são relacionadas a débitos tributários na Receita Federal.

Bruno Scheid é pré-candidato a deputado federal por Rondônia pelo PL, partido de Bolsonaro. Apesar do calote dado na receita, por sonegação de tributos, ele tem passe livre no Planalto.

Ele tem sido indicado como principal responsável por captar recursos para a campanha presidencial de Bolsonaro no meio ruralista.

Na segunda-feira, 7, Scheid sentou-se ao lado esquerdo de Bolsonaro durante reunião com a categoria. O encontro, realizado inicialmente fora da agenda oficial do chefe do Planalto, contou com 50 representantes do agro.

Segundo a revista Crusoé, os produtores rurais se mobilizam para doar, cada um, ao menos uma cabeça de gado à campanha de Bolsonaro.