28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Pela 1ª vez na pandemia, AL passa 24h sem registrar casos e óbitos por Covid-19

O primeiro óbito notificado foi o de um homem de 64 anos, cuja morte foi divulgada no Boletim Epidemiológico do dia 31 de março de 2020

Após mais de dois anos de pandemia da Covid-19, este domingo (27) fica marcado como o dia sem casos e óbitos registrados pela doença pandêmica

Pela primeira vez, desde o início da Pandemia da Covid-19 em Alagoas, o Estado não registra, no intervalo de 24 horas, casos e óbitos provocados pelo novo coronavírus.

A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), na noite deste domingo (27), com base no Boletim Epidemiológico 751, produzido pelo Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (Cievs).

A última vez em que Alagoas não registrou casos e óbitos por Covid-19, em um mesmo dia, ocorreu em 7 de março de 2020, portanto, há dois anos e 20 dias.

No dia 8 de março de 2020, a Pandemia da Covid-19 foi oficialmente decretada no Estado, com a notificação do primeiro caso da doença pandêmica. O alagoano infectado foi um homem de 42 anos, com histórico de viagem para a Itália.

Já o primeiro óbito notificado foi o de um homem de 64 anos, cuja morte foi divulgada no Boletim Epidemiológico do dia 31 de março de 2020.

Desde então, Alagoas já chegou a ficar mais de uma semana sem registrar nenhuma morte por Covid-19, mas, sem notificar óbitos e mortes, simultaneamente, é a primeira vez. O último dia em que o Estado não teve óbitos causados pelo novo coronavírus foi na última sexta-feira (25).

Importância da vacinação

O secretário de Estado da Saúde voltou a pedir aos alagoanos que completem o esquema vacinal contra a Covid-19, tomando, inclusive, a quarta dose, liberada desde a semana passada pelo Ministério da Saúde (MS).

Segundo o titular da pasta da saúde estadual, a vacinação tem impacto no número de pacientes que apresentam complicações em decorrência do novo coronavírus, bem como, no número de óbitos, principalmente após o surgimento das variantes.

“Está comprovado que as vacinas são eficazes e salvam vidas. Por isso, se algum alagoano não se vacinou, compareça ao posto de vacinação próximo de sua residência e, se não completou o esquema vacinal, pelo seu bem e de quem você ama, vacine-se. Este é o recado que deixo neste dia em que Alagoas não registrou casos e óbitos por Covid-19, principalmente aos pais das nossas crianças, que são os responsáveis por protegê-las contra o novo coronavírus”. Alexandre Ayres.