15 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

PF prende duas mulheres que sacaram R$ 141 mil em nome de filha que não existe

Operação foi feita em um agência do Banco Bradesco, na cidade de União dos Palmares/AL

Na última segunda-feira, 25 de julho, a Polícia Federal em Alagoas prendeu duas mulheres, que haviam acabado de sacar o valor de 141 mil reais no Banco Bradesco, na cidade de União dos Palmares/AL.

O valor é referente ao retroativo de uma pensão por morte, requerida ao INSS em nome de uma menor, filha de uma das presas.

Investigações preliminares realizadas pela PF, constataram que a menor beneficiária não existe, ou seja, trata-se de pessoa fictícia, sendo, portanto, fraudulento o benefício. A quantia apreendida será depositada em uma conta judicial e deverá retornar aos cofres do INSS.