23 de novembro de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Praia do Patacho entra em fase piloto para receber certificação “Bandeira Azul”

Selo internacional reconhece atividade do turismo responsável na região; praia alagoana é a 14ª no país a ser cotada para a certificação

Praia alagoana será a 14ª do país e a segunda do Nordeste a receber a certificação do Bandeira Azul. Foto: Ascom Sedetur

As praias de Alagoas se destacam dentro e fora do país pelas belezas naturais e atrativos turísticos.

Uma delas, a praia do Patacho, localizada em Porto de Pedras, município da Rota Ecológica de Milagres, no litoral Norte do Estado, está na fase piloto para receber o selo internacional de certificação do programa Bandeira Azul, que garante qualidade mundial e sustentável aos espaços públicos e funciona como diferencial e atrativo turístico, uma vez que coloca as praias certificadas em um patamar de excelência.

Com critérios rígidos, o programa Bandeira Azul estabelece que praias com sua certificação devem ter atividades de educação ambiental a moradores e turistas, informações sobre a qualidade da água disponíveis aos usuários, além de dados dos ecossistemas locais e fenômenos naturais, incluindo código de conduta que reflita as leis e normas relativas ao uso da praia.

Nesta fase piloto, que durará até novembro do ano que vem, será feito um acompanhamento semanal na praia do Patacho quanto aos critérios exigidos pelo programa, com recolhimento de amostras da água com regularidade para conferência de sua qualidade.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, o selo Bandeira Azul é mais um artifício essencial na promoção do turismo no cenário nacional e internacional.

“Obter este reconhecimento tão criterioso é motivo de honra para o turismo de Alagoas. Nosso Estado, em especial a rota ecológica de Milagres, tem no turismo sustentável e responsável um dos seus maiores pilares na atividade. Crescer de forma responsável, associando atividade turística a geração de emprego e renda e preservação do meio ambiente é um dos nossos diferenciais que certamente nos tornará ainda mais atrativos ao mercado. Neste momento, quando estamos nos preparando para receber o turista europeu a partir do voo Maceió-Lisboa, é extremamente importante contar com uma certificação de excelência internacional em nosso estado”. Rafael Brito.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) é o órgão responsável pela articulação e diálogo com autoridades municipais para conquista do Selo, incluindo um termo de cooperação assinado entre os executivos estadual e municipal de Porto de Pedras para adequação da praia ao Bandeira Azul.

Somente 13 praias brasileiras contam atualmente com esta certificação, apenas uma delas está na região Nordeste, a praia de Guarajuba, em Camaçari, na Bahia. Patacho será a segunda da região e 14ª no Brasil a receber o selo internacional, que também reconhece marinas no Brasil e no mundo.

O Bandeira Azul promove o desenvolvimento sustentável em áreas de água doce e marinhas. O Programa estimula as autoridades locais e os gestores de praia a alcançarem altos padrões de qualidade em quatro temas: qualidade da água, gestão ambiental, educação ambiental e segurança.

Ao longo dos anos, o programa tornou- se um rótulo ecológico altamente respeitado e reconhecido, trabalhando para reunir os setores de turismo e meio ambiente em níveis local, regional e internacional.

Visando praias, marinas e operadores de embarcações de turismo Sustentável, o programa Bandeira Azul é desenvolvido pela organização internacional, não-governamental e sem fins lucrativos FEE (Foundation for Environmental Education).

Com início na França em 1985, foi implementado em toda a Europa desde 1987 e em países não europeus desde 2001. Atualmente, o Programa Bandeira Azul se tornou global e no Brasil é representado pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR), membro da FEE desde 2005.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.