9 de março de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Prefeitura de Anadia determina fechamento de estabelecimentos e proíbe festas após caso de variante

Secretario estadual de Saúde explicou que apesar da mutação do vírus, não há diferença nos sintomas.

Pouco depois de ser confirmada a nova variante brasileira do coronavírus no município de Anadia, o prefeito Celino Rocha (PP) decretou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais, igrejas, escolas e a suspensão de eventos sociais no município durante 15 dias a partir desta quinta-feira (18).

A paciente de 64 anos, que já cumpriu isolamento social e se recuperou, não chegou a sair da cidade. Portanto, a transmissão foi comunitária, dentro do próprio estado, ao contrário da paciente de Viçosa, que viajou para o Amazonas e voltou contaminada.

Além da paciente de Anadia, a nova variante brasileira do coronavírus, identificada como P1, foi detectada em uma mulher de 36 anos, do município de Viçosa, no interior de Alagoas. Ela relatou que tem histórico de viagem para o Amazonas, onde foi registrado o primeiro caso da variante.

Sem pânico

Alexandre Ayres, secretário de estado da saúde de Alagoas, falou em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18) sobre os dois novos casos descobertos com a nova variante do coronavírus em Alagoas.

Apesar da identificação de duas pacientes com a cepa de Manaus, Ayres explicou que apesar da mutação do vírus, não há diferença nos sintomas.

“Ela tem uma transmissibilidade maior. O que isso quer dizer? Que precisamos continuar tomando cuidados, usando máscaras e evitando aglomerações porque a transmissão desse vírus se dá com uma maior intensidade, e isso vai consequentemente infectar mais pessoas”. Alexandre Ayres.