11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió amplia para 15 o número espaços para desabrigados da chuva

Cadastro para aluguel social e auxílio emergencial já atendeu mais de 1 mil pessoas

Prefeitura de Maceió amplia para 15 o número espaços para desabrigados da chuva
Força-tarefa atende necessidades dos abrigados / Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

O número de espaços que acolhem os desabrigados e desalojados das chuvas em Maceió subiu para 15. Escolas, creches e instituições sociais situadas em regiões próximas aos bairros afetados pela cheia da Lagoa Mundaú já receberam mais de 4.500 pessoas.

Uma força-tarefa da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Secretaria Executiva do Gabinete do Prefeito, Defesa Civil e outros órgãos municipais foi montada para atender a todas as necessidades dessas pessoas.

O dia inicia ainda na madrugada, com a confecção de quentinhas de café da manhã para serem entregues nesses espaços e segue com a chegada e saída constante de donativos na sede da Semas e nos abrigos, até o final da noite, com a distribuição do jantar e de colchões, kits de dormir, kits de higiene, roupas e outros itens.

Famílias recebem atendimento emergencial nos abrigos e já são encaminhadas para cadastramento / Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

Simultaneamente, servidores das Diretorias de Proteção Social Básica e Especial atuam para cadastrar o máximo de pessoas por dia no aluguel social de R$ 250 e no auxílio moradia de R$ 500. Até o momento, os abrigados nas escolas Nosso Lar I e Rui Palmeira, um total de mais de 1 mil pessoas, já foram cadastrados.

A Prefeitura irá agilizar o pagamento dos benefícios para que as famílias possam sair dos abrigos e alugar um imóvel com condições dignas de moradia. Para isso, os servidores do setor financeiro da Semas também trabalham em regime de urgência. O valor deve ser liberado nos próximos dias.

O secretário de Assistência Social, Claydson Moura, destaca que o trabalho da Semas tem como objetivo não só atender às necessidades imediatas, mas mostrar aos afetados pelas chuvas que o Município vai ajudá-los a reconstruir a vida. “O nosso trabalho começa às três da manhã e vai até meia noite. Deus está dando força a todos, de forma que a ajuda chegue e faça renascer a esperança de que eles não estão sós”, declarou.

Confira os locais que servem como abrigos em Maceió:

  1. Escola Nosso Lar, na Ponta Grossa
  2. Escola Municipal Professor Antídio Vieira, no Trapiche da Barra
  3. Escola Municipal Rui Palmeira, na Ponta Grossa
  4. CMEI Papódromo, Vergel do Lago
  5. CMEI Francisco Mello, no Trapiche da Barra
  6. Escola Estadual Tarcísio de Jesus, no Trapiche da Barra
  7. Sítio Recreio, em Fernão Velho
  8. Creche Agenor/Padre Cabral/Quadra do Recreio, em Fernão Velho
  9. Creche Virgínia Moraes, no Rio Novo
  10. CAT Defesa Civil, no Pinheiro
  11. Escola Professor Anaías de Lima, no Vergel do Lago
  12. Sede Social Riachuelo, no Trapiche da Barra
  13. Escola Almeida Leite, na Ponta Grossa
  14. Escola Professora Aurelina Palmeira de Melo, no Vergel do Lago
  15. Instituto Junte-se a Nós, na Levada