28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Expresso

Prefeitura de Maceió conclui trecho da Avenida Alice Karoline

Via vai desafogar o trânsito na parte alta da cidade

Em ritmo acelerado, Prefeitura de Maceió conclui trecho da Avenida Alice Karoline
Trecho da via foi totalmente pavimentado. Foto: Júnior Bertoldo/Secom Maceió.
Com obras em ritmo acelerado, a Prefeitura de Maceió, por meio do programa Maceió Tem Pressa, concluiu nesta segunda-feira (07), a pavimentação de um dos trechos da Avenida Alice Karoline, que vai ligar o bairro Cidade Universitária à Via Expressa. Somente nos últimos sete dias, mais de 1.116 metros de extensão já foram totalmente pavimentados.

Operários seguem trabalhando em um novo trecho da via. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió.
Operários seguem trabalhando em um novo trecho da via. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió.

Para que os serviços pudessem ser executados, os mais de 20 operários, que trabalham todos os dias na região, utilizaram cerca de 1.385 toneladas de massa asfáltica. A obra, que vai trazer maior mobilidade para a parte alta da cidade, beneficiará mais de 200 mil pessoas.

“Após concluirmos as etapas que antecedem a pavimentação, estamos trabalhando de maneira acelerada, para que ainda no primeiro semestre deste ano, a via possa ser totalmente concluída e entregue para a comunidade”. Marcelo Maia, coordenador executivo da Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP).

Via vai desafogar o trânsito na parte alta da cidade. Foto: Edvan Ferreira / Secom Maceió.

A via contará com dois corredores em sentidos diferentes, proporcionando maior fluidez no trânsito. Além disso, a avenida também contará com rede de drenagem, calçada e aproximadamente 4 km de ciclovia.

“A Alice Karoline é mais um importante equipamento de mobilidade da gestão do prefeito JHC. Ele tem esse olhar humano para as regiões que por anos foram esquecidas pelo poder público”, completou o coordenador executivo da UGP.

Maceió Tem Pressa

As obras fazem parte do programa Maceió Tem Pressa, que tem o objetivo de tornar a cidade mais acessível e sustentável, beneficiando mais de 70 mil moradores. Os recursos fazem parte do fundo de 70 milhões de dólares oriundos da Companhia Andina de Fomento (CAF).