29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió firma parceria para eliminar línguas sujas da orla

Ação conjunta pode ser a solução para o antigo problema das praias da capital

Esgoto fica em área frequentada por banhistas, próximo as barracas e hotéis. Foto: Ascom/IMA

O secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), Ricardo Santa Ritta, acredita que a solução dos problemas nas praias de Maceió podem ser resolvidas através de uma Parceria Público-Privada.

O titular da pasta tem discutido, junto à Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi – AL), uma parceria para valorização da orla com a adoção das estações elevatórias de drenagem.

Estas estações realizam o tratamento de esgoto e promovem a melhoria da balneabilidade das praias urbanas da cidade. A possibilidade da ação conjunta foi anunciada em reunião com o secretário e membros da associação.

Segundo dados do Grupo de Trabalho, formado a pedido do prefeito JHC, há onze estações elevatórias que tratam o esgoto e dão o devido encaminhamento aos efluentes que chegam dos empreendimentos e moradias da Orla Marítima. Dessas, apenas cinco estão em funcionamento.

Com a Parceria Público-Privada com a Ademi-AL, a expectativa é que além das onze existentes – que precisam ser recuperadas por conta das chuvas e dos efeitos da maresia ao longo do tempo -, mais seis devem ser instaladas na orla da capital.

“A Ademi-AL procurou a prefeitura e propôs executar este projeto tão importante para a cidade. A orla é o nosso principal cartão postal e, com certeza, a resolução deste antigo problema elevará ainda mais a competitividade do destino”. Ricardo Santa Ritta.

A proposta apresentada está em fase de análise, pois o Executivo Municipal é quem deve desenvolver o projeto base. Para dar celeridade a essa demanda, a Gerência da Orla, coordenada pela Semtel, junto à equipe do GT da prefeitura, tem realizado visitas técnicas para elaboração do projeto, orçamentos e viabilidade técnica.