20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió remove instalações irregulares em frente a Cmei na parte alta da cidade

Local estava sendo ocupado por barracas irregulares e até um lava jato

A Prefeitura de Maceió removeu, na manhã desta terça-feira (6), ocupações irregulares e instalações clandestinas de água e energia no terreno do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Fúlvia Rosemberg, na Cidade Universitária, parte alta da cidade.

A ação, organizada pela Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), contou com a colaboração da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), que recolheu resíduos, podou árvores e capinou o local.

O secretário da Semscs, Thiago Prado, ressaltou que a ação atende à missão da Prefeitura de combater a ocupação irregular em áreas verdes de Maceió.

“Esse tipo de ação é muito importante para a comunidade, pois além de removermos entulhos, barracos e demais estruturas que prejudicavam a harmonia do espaço público, conseguimos desarmar um local que estava sendo destinado ao tráfico de drogas. Além disso, com o plantio de mudas, estamos devolvendo o verde ao espaço”. Thiago Prado.

O local estava sendo ocupado por barracas irregulares e até um lava jato. Foram removidas instalações clandestinas de água e energia. Os ambulantes poderão continuar com o comércio na porta da creche, mas não com estruturas fixas.

O secretário de Educação do Município, Elder Maia, acompanhou o inicio da operação e agradeceu ao trabalho articulado entre as secretarias. Segundo o secretário, a creche acolhe cerca de 280 crianças e precisava de uma atenção do poder público.

“Esta ação, coordenada pelo secretário Thiago Prado, é muito bem vinda. Este é um importante Cmei e merecia esta ação de limpeza e desobstrução. Estão de parabéns pela parceria entre as secretaria”. Elder Maia.

A diretora do Cmei, Cláudia Couto, relata que a limpeza irá ajudar muito. Segundo ela, os entulhos ocasionavam o surgimento de animais peçonhentos dentro da creche.

“Ao lado da escola ficava muito lixo. A gente vinha, inclusive, fazendo um trabalho de conscientização com os moradores, pois até escorpião a gente já encontrou. É um perigo para as nossas crianças”. Cláudia Couto.

Para deixar o local limpo, a Sudes fez a capinação e varrição das redondezas do Cmei. O órgão também fez poda nas árvores e o recolhimento de resíduos que foram descartados de forma irregular no entorno da creche.

Assessor Especial da Sudes, Robert Wagner destaca que a região tem diversos casos de descarte irregular e pede que a população cuide do CMEI situado no bairro.

“Nós recebemos muitas denúncias de descarte irregular aqui na região da parte alta da cidade e temos trabalhado para conter essa prática. Fazemos a fiscalização, o recolhimento e já fizemos ações de educação ambiental. Mas, ainda precisamos pedir ajuda do cidadão de bem, que cuide da creche que existe aqui, que atende a mais de 280 crianças”. Robert Wagner.