27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió se reúne com Iphan e obras de requalificação do Centro serão retomadas

Arqueólogos acompanharão as escavações após a descoberta de achados arqueológicos na Rua da Alegria

O prefeito de Maceió, JHC, se reuniu nesta sexta-feira (12), com a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Alagoas, Melissa Mota, para tratar das obras de requalificação e acessibilidade do Centro. A obra ficou paralisada, apenas por um dia, diante da descoberta de achados arqueológicos durante os trabalhos na Rua da Alegria.

Nesta terça-feira (16), equipes da equipes técnicas das secretarias  Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e de Infraestrutura (Seminfra), em conjunto com o Iphan/AL, realizam uma vistoria aos locais da obra para definir o breve retorno dos serviços.

“Temos um projeto amplo de reforma e requalificação do Centro de Maceió. Por isso, vamos trabalhar juntos e alinhados para garantir que a obra seja executada com responsabilidade”. JHC.

Como resultado da reunião, a Prefeitura de Maceió contratará arqueólogos que vão acompanhar toda a obra. O objetivo é assegurar que sejam feitos os registros dos achados arqueológicos junto com o avanço dos serviços de requalificação.

A superintendente do Iphan em Alagoas destacou o compromisso de o Município facilitar a mobilidade da população com a conservação do patrimônio histórico.

“Estamos alinhando os fluxos para que possamos trabalhar em parceria e conciliar a proteção do patrimônio arqueológico com as obras. Deste modo, tanto se garante a necessidade de mobilidade da população, quanto se conserva esse importante registro do patrimônio cultural brasileiro”. Melissa Mota.

Requalificação e acessibilidade

Autorizada pelo prefeito JHC, a obra está orçada em quase R$ 5 milhões. O projeto de revitalização foi elaborado pela equipe de arquitetos e urbanistas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e beneficiará, aproximadamente, 11 mil pessoas que circulam pelo calçadão diariamente, além de lojistas e ambulantes.

A intervenção abrange uma área urbana de 40.304,67 m². A revitalização vai contemplar calçadas, substituição de pisos, implantação de faixas de acessibilidade e vias compartilhadas, além de reabilitar e ampliar todo o calçadão. Serão contempladas as ruas:

Rua Augusta, Beco São José, Rua da Alegria, Rua Boa Vista, Rua II de Dezembro, Rua do Livramento, Praça Dr. Manoel Valente de Lima, Avenida Moreira Lima, Rua Cincinato Pinto, Rua Barão de Penedo, Rua do Comércio, Rua Oliveira e Silva, Rua Melo Morais, Rua Agerson Dantas, Rua do Sol.