20 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió viabiliza recuperação do monumento Pinto do Tabuleiro

Monumento volta ao seu local de origem, com reinauguração simbólica, nesta terça-feira (11), às 17 horas

Monumento Pinto do Tabuleiro foi recuperado por parceiros

O conhecido monumento Pinto do Tabuleiro foi, por décadas, um marco referencial no bairro Tabuleiro do Martins. Instalada nos anos 1960 nas margens da Avenida Durval de Góes Monteiro, a estrutura de concreto com cinco metros de altura era símbolo de uma extinta fábrica de ração animal e chamava a atenção de quem chegava ou saia da capital.

Com o passar dos anos, o monumento foi retirado devido aos problemas na estrutura e permaneceu, até pouco tempo, guardado. Em virtude do contexto histórico, a Prefeitura de Maceió buscou parcerias com a iniciativa privada para recuperá-lo.

O Pinto do Tabuleiro volta, agora, ao seu local de origem, com reinauguração simbólica agendada para esta terça-feira (11), às 17 horas.

A recuperação do monumento foi viabilizada pela Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes). Coordenador do projeto, Fábio Palmeira explica que o trabalho teve início após a identificação da antiga estrutura e, a partir disso, foram captados os parceiros para o custeio do serviço.

“Recebi uma foto de meu irmão que mostrava o antigo Pinto e tive a ideia de recuperar, já que foi, por muito anos, uma grande referência em Maceió. Fomos em busca dos parceiros e o projeto foi abraçado pela turma do bloco Pinto da Madrugada, da Edmundo Auto Peças e da Malta Madeiras, que arcaram com os custos”. Fábio Oalmeira, coordenador de Parques e Intervenções da Sudes.

Toda a estrutura de concreto foi revitalizada, o monumento recebeu nova pintura e uma base com proteção em madeira foi instalada para recebê-lo. A entrega do novo Pinto do Tabuleiro acontece amanhã, na Avenida Durval de Góes Monteiro, ao lado da empresa Edmundo Auto Peças.

De acordo com Fábio Palmeira, a solenidade simbólica contará com a participação de orquestra de frevo com o Pinto da Madrugada, a partir das 17 horas.

Histórico

O conhecido Pinto do Tabuleiro foi criado no início da década de 1960 pela Companhia Alagoana de Rações Balanceadas – Rações Carb S/A, uma empresa pioneira de ração animal em Alagoas que instalou o monumento em sua sede, nas margens da Avenida Durval de Góes Monteiro, no bairro Tabuleiro do Martins, como uma estratégia para marcar a identidade visual da empresa.

Devido à estrutura e simbologia, com cinco metros de altura em concreto, o monumento se tornou um marco na capital alagoana. O que chamava a atenção de quem passava em frente à fábrica era o movimento da cabeça do pintinho para frente e para trás, continuamente, sinalizando que a empresa estava em funcionamento.

Estrutura voltou ao local de origem, nas margens da Avenida Durval de Góes Monteiro

Além da identificação visual, o monumento também se tornou um indicador de localização. Assim, as pessoas sabiam quando estavam chegando ou saindo de Maceió, pela proximidade da empresa com o limite de município.

A Rações Carb permaneceu em funcionamento por cerca de trinta anos e, antes de encerrar suas atividades, passou toda a estrutura para uma nova empresa, a Rações Guabi, que chegava ao mercado alagoano para dominar o ramo da produção no segmento de nutrição animal. De imediato, em virtude do marco consolidado, os novos proprietários, na época, decidiram manter na sede o símbolo da extinta Carb.

Entenderam, portanto, que o pintinho deveria ser restaurado, tinha carisma e isso seria essencial para a consolidação da nova empresa. Com o fim de inúmeras granjas no interior de Alagoas e a expansão da concorrência vinda de Minas Gerais e Pernambuco, a Rações Guabi fechou suas portas no final dos anos 1990.

Há quase vinte anos, na mesma região onde funcionaram a Carb e a Guabi, crescia no Tabuleiro a Edmundo Auto Peças, que ocupou a sede das antigas fábricas de rações.

A empresa de peças automotivas manteve a estrutura do Pinto, sendo retirada e guardada após anos em decorrência de reformas no local. O monumento foi armazenado na sede da empresa e, por consequência,  foi se deteriorando com o passar do tempo.

Para recuperar a estrutura e história, que marcou gerações, a Prefeitura de Maceió firmou parceria com as empresas Edmundo Auto Peças, Malta Madeiras e o bloco carnavalesco Pinto da Madrugada, que juntos restauraram o Pinto do Tabuleiro.

Agora, o monumento volta a compor a paisagem em seu local de origem não apenas como um marco referencial de localização, mas também como patrimônio da capital alagoana.