29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Preso, humilhado e abandonado por amigos, deputado bolsonarista quer deixar o País

Antes arrogante e prepotente, agora sem apoio, nem amigos no parlamento, Daniel Silveira descobre que o poder não dura para sempre

Daniel Silveira agora curte sua arrogância na prisão, isolado de todos

Ora vejam, quem diria…

Boquirroto e metido a valentão nas redes sociais, com promessas de pegar e arrebentar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Daniel Silveira (PSL), expoente do bolsonarismo radical, agora quer deixar o País.

O problema é que ele pediu asilo diplomático em 4 embaixadas estrangeiras e nenhuma delas aceitou.

Para um parlamentar, antes prepotente, Silveira passou vergonha e feia com a recusa das embaixadas

No ano passado, o deputado divulgou vídeos na internet ameaçando ministros do STF, incitando a violência, defendendo atos antidemocráticos, como o fechamento da própria Corte e a decretação de um novo Ato Institucional 5 (AI-5), aquele famoso e violento instrumento de repressão da ditadura militar, e por isso foi preso.

Foi preso em fevereiro por decisão da corte de justiça e o que é pior: seus colegas parlamentares o deixaram só no xilindró. Inclusive os da família Bolsonaro. Abandonado e recolhido à própria insignificância ele agora quer ser acolhido em algum País.

Ele cumpria prisão domiciliar e violou as normas do uso da tornezeleira eletrônica, na semana passada.

Resultado: Voltou à prisão convencional por ordem do ministro do Supremo, Alexandre Moraes.

Em suma, o arrogante parlamentar que falava grosso suas idiotices nas redes sociais, agora descobriu que o poder é efêmero.

E que sem ele é apenas mais um na planície selvagem.