22 de novembro de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

PRF ajuda motorista de 79 anos que estava desorientado na BR 104 a voltar pra casa

Ele dirigiu por aproximadamente 350 Km, passando pelos Estados da Paraíba, Pernambuco e Alagoas

Ao iniciar deslocamento em direção a Murici, na tarde de terça (8), uma equipe da PRF foi informada de que um senhor aparentava desorientação e estava com seu veículo parado no posto Fiscal de São José da Laje.

Os policiais se deslocaram para o local indicado e encontraram um senhor de 79 anos junto ao seu veículo, um gol em seu nome e sem combustível. O veículo foi rebocado ao posto fiscal, pois se encontrava parado em um local perigoso. O condutor se encontrava visivelmente desorientado.

Perguntado se sabia de onde vinha e para onde pretendia ir, ele não conseguia responder. O veículo foi revistado e no interior foram encontrados os documentos do condutor e alguns papeis com números de telefones.

Foram realizados contatos telefônicos para os números existentes e duas pessoas que atenderam providenciaram meios de localizar os parentes com as fotografias que foram enviadas via Whatsapp, sendo possível logo depois localizar a esposa do cidadão.

Explicada a situação, ficou acertado que sua esposa e parentes se deslocariam da cidade de Soledade-PB para União dos Palmares e encontrar seu parente, que aguardaria sob a proteção da PRF, no posto de União dos Palmares.

Pela madrugada de quarta (9), quatro pessoas da família do condutor, incluindo a sua esposa, compareceram ao posto e relataram que ele saiu de um sítio da família às 4h da manhã, em uma cidade próxima, mas com destino a Soledade-PB. No entanto, não chegou ao seu destino.

Após se perder no caminho de casa, ele entrou na rodovia BR 230 e somente parou quando o carro faltou combustível a 350 km de distância de sua residência, nas proximidades do km 5 da BR 104. Nesse percurso, passou em Campina Grande-PB, Toritama-PE, Caruaru-PE e finalmente São José da Laje-AL.

Uma boa dose de sorte e proteção divina guiaram os passos deste senhor até encontrar a ajuda da PRF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.