29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

PSDB e Cidadania formam federação para a disputa eleitoral deste ano

Mas, os dois partidos mantêm seus candidatos a presidente da República no primeiro turno

Formada a federação Cidadania-PSDB

O diretório nacional do Cidadania aprovou neste sábado (19) a formação de uma federação com o PSDB para as eleições de 2022. Mesmo com o casamento confirmado, as duas legendas permanecerão com seus respectivos candidatos à presidência: pelo Cidadania, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE); e pelo PSDB o governador paulista João Doria.

A possibilidade de uma federação com PSDB sem que os partidos abrissem mão de suas candidaturas já vinha sendo cogitada na cúpula do Cidadania. Alessandro Vieira se absteve da discussão, mas considera que o ânimo da legenda pela manutenção de seu nome é mais forte do que pelo casamento com os tucanos. “A pré-candidatura foi mantida por unanimidade e a opção pela tentativa de federação com o PSDB atingiu o número mínimo de votos”, relatou.

Os dois partidos também não descartam a possibilidade de encaixar outras legendas na federação. O PSDB segue dialogando com o MDB e União Brasil, partidos que procuram moldar um “novo centrão” capaz de eclipsar a influência de Arthur Lira (PP-PR).