22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Queiroz: agora um bandido de estimação até para suas excelências

Felizmente, não apareceu ninguém na porta do STJ para atacar a corte

Queiroz: o estimado bandido da família Bolsonaro e de muita gente mais.

O silêncio sepulcral que se faz em torno da decisão do juiz que mandou Fabrício Queiroz deixar a prisão e ir para casa é algo mesmo interessante nessa história do “eu não tenho bandido de estimação”.

Sua excelência o magistrado presidente do STJ, em decisão monocrática,também  mandou dizer a Márcia Aguiar, mulher de Queiroz, que parasse de fugir da polícia, pois já pode voltar para casa.

O nome do magistrado é João Otávio de Noronha. A decisão dele, segundo os juristas, é esdrúxula.

Não custa lembrar que em março, sua excelência o presidente Jair Bolsonaro declarou na imprensa que preso nenhum poderia ser solto no País por causa da pandemia. O magistrado usou a pandemia para liberar Queiroz, o amigo de Bolsonaro

“Eu, se depender de mim, não soltaria ninguém. Afinal de contas, [os presos] estão muito mais protegidos dentro da cadeia”, disse o presidente à Rede TV.

O curioso é que não se viu ninguém na porta do Superior Tribunal de Justiça pedindo  o fechamento da corte ou mesmo ameaçando as vidas de ministros e familiares, como tantas vezes foram feitas no STF.

Ainda bem. Decisão judicial, cumpre-se.

É o necessário respeito que se deve ter ao estado democrático de direito.

E essa é a diferença básica de quem verdadeiramente pensa no País e não apenas na “guerra” fundamentalista travada nas redes sociais para insuflar o mundo da idiotice.

E nessa guerra há um punhado de magistrados envolvidos. Longe, muito longe, da isenção política recomendada pelos próprios estatutos da magistratura e do CNJ.

Mas, segundo a jornalista Bela Megale, em publicação no Globo, a avaliação de magistrados é de que a decisão “envergonha o tribunal”. Disse ela que membros da Corte afirmaram que Noronha vem “usando a jurisdição para conseguir uma das vagas no Supremo Tribunal Federal” que serão abertas no governo de Jair Bolsonaro.

Não é de surpreender. O Poder judiciário sofre dos mesmos males do Legislativo. A diferença é que qualquer um pode gritar contra o político. Agora imagine alguém dirigir a um magistrado os mesmos adjetivos “carinhosos” ditos a deputados e senadores?

Deixa quieto. O silêncio fala por si.

Mas, cabe a pergunta que não quer calar: Queiroz, com tantos padrinhos de estimação, vai para a casa de quem, excelência?

 

One Comment

  • A CEGA-DEDÉ E O SEU MALVADO DE ESTIMAÇÃO E DOS ESCARLATES
    Joilson Gouveia*
    Até a “cega-Dedé” (daquele interior do estado caetés) soube de que aquele tal “amigo do amigo do meu pai”, daquela esmerada “suprema corte totalmente acovardada” – que acabou com a prisão de condenados na segunda Instância, alterando às próprias decisões anteriores (coitado do finado Teori Zavaski) – mandou soltar um reles presidiário-condenado em todas as Instâncias e também processado em mais outros tantos (seis ou oito aqui no país e mais um outro em Portugal: no caso das “sumidas malas-diplomáticas”, de miss Rose Noronha – que ninguém sabe de seu destino nem mesmo se ainda está viva) processos símiles, semelhantes, similares ou iguais: desviar, furtar e roubar, ganhar, obter ou receber milhões de corruPTores e do espoliado Erário (está solto – sem tornozeleiras-eletrônica – mas nem livre nem inocentado) que não causou espanto, espécie nem mesmo estranheza nem revolta ou a mais mera indignação na “imprensa 3-D”, muito menos na “mídia assassina de reputações” – “que não tem nenhum bandido de estimação”!

    Aliás, nesses tempos de pavorosa pandemência e de terríveis pandemônios midiáticos de uma pandemia de um alegado u suposto vírus (que não é sino, conforme essa mesma “imprensa3-D”) e que virou Habeas-Corpus aos mais de 32 mil presos que foram soltos – sem tornozeleiras – para evitar infecção, contágio ou/e contaminação mesmo estando isolados nas prisões – “os coitadinhos excluídos sociais” não podem se arriscar pegar o vírus cumprindo suas penas sentenciadas, mas os enfermeiros, médicos, auxiliares e agentes de saúde, garis, policiais penais, civis, militares, bombeiros e empregados ou funcionários de supermercados podem submeter-se aos riscos de contágios, infecção e contaminação!

    A soltura, do periculoso cidadão e esposa, que causa espécie, estupefação ou assombro, o qual sequer fora julgado, sentenciado ou condenado, a despeito de ter sido preso (sem o devido Flagrante Delito) provisória, temporária ou preventivamente, ou seja, na Instância sub-zero, porquanto nem mesmo denunciado, malgrado após mais de três longos anos de esmerada, esmiuçada e minudente investigação sobre uma “suposta criminosa rachadinha”, que é prevista no estatuto escarlate ou daquela reconhecida orcrim, a ver: http://gouveiacel.blogspot.com/2020/06/a-criminosa-rachadinha-esta-prevista-no.html.

    Temos dito:
    • Prender cidadãos e cidadãs por suposto e inexistente “crime de opinião” é típico de tiranias; e soltar pencas de bandidos presos adrede condenados é o quê: querem o confronto bélico e terrorista de guerras de guerrilhas urbanas e rural como outrora; para TOMAREM O PODER; ou não?

    Estupefaciente, assustador, temerário, incompreensível, abominável, inaceitável, intolerável e ininteligível é o silêncio funesto, nefasto, nefando, mórbido e sepulcral da “imprensa 3-D” quanto às prisões de seus pares, por inexistentes “crimes de opinião” ou/e “manifestação do livre pensamento”, sobretudo, com invasão de lares, a apreensão de celulares, computadores e mídias, lacração ou/e fechamento de revistas, sites jornais e blogs pelo abusivo, arbitrário, autoritário e tirano “xerife-supremo”, de ordem monocrática daquele mesmo “amigo do amigo do meu pai”: o malvado de estimação, da “cega-Dedé” e dos escarlates!

    Contudo, duvido e muito que quaisquer esquerdistas de esquerda e à esquerda fique alegre e contente com “a prisão de meliantes, bandidos e marginais ou estupradores, assaltantes e ladrões”, os quais são tratados e considerados “coitadinhos excluídos sociais”, posto que “há uma lógica no assalto” e “estão participando (ou dividindo) da socialização da riqueza”[Márcia Tiburi] e são contra a prisão:
    • “sou totalmente contra prender menor que matou uma pessoa. Devemos coloca-lo na escola para reeduca-lo. Quem morreu, morreu, não volta mais. Agora deixar preso um muleque a vida toda só porque matou, sou contra” (Sic.);
    Enfim, até “o político, por mais ladrão que ele seja, passou a ser mais ONESTO que os servidores concursados que fizeram uma faculdade”; daí deu nisso que estamos vendo!
    Abr
    *JG
    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👊👊👊👊👊👊👊😎👉👉 #CensuraDoSTF #JairCadaDiaMaisForte #PL2630Nao #LeiDaCensuraNao #PLdasFakeNews #EstamosComLacombe #SomosTodosBolsonaro #AbaixoACensuraDoSTF #ForaDitadoresDeToga #BastaSTF #RevoguePECdaBengnlaJá #PrisaoDeAlexandreDeMoraes #Bolsonaro2022 #Somos57797847eleitores #BolsonaroReeleito #FechadosComBolsonaro #QuemMandouMatarBolsonaro #PL2630Nunca #VazaMBL #KimTraidor #BolsonaroÉnossoPresidente #ContraGolpeDoSTF #ContraGolpeJá #GoBolsonaroMundial #NinguémDerrubaBolsonaro #TemosUmaSupremaCorteTotalmenteAcovardada #B38 #DeusComBolsonaro #ForçaBolsonaro #DeusSareBolsonaro

Comments are closed.