27 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Regina Duarte indica reverenda para Cultura e incomoda apoiadores

Governo já gastou cerca de R$ 9.200 em passagens aéreas para a atriz e três assessores irem de SP a Brasília

Mesmo sem ainda ter aceitado oficialmente a Secretaria de Cultura no governo Jair Bolsonaro, a atriz Regina Duarte já vai pensando em seu gabinete.

Mas convite para que a reverenda Jane Silva assuma o cargo de adjunta da Cultura incomodou até mesmo quem defendia a namoradinha do brasil. A indicação para a pasta surpreendeu apoiadores do setor cultural.

Eduardo Barata, presidente da APTR (Associação dos Produtores de Teatro), por exemplo, espera que a atriz reveja a indicação da reverenda Jane

“A gestão da Regina significava esperança para o nosso setor que estava completamente encurralado pelo poder Executivo. Mas a primeira ação dela como secretária, sem ser nomeada, é essa indicação. Isso é um mau sinal”. Eduardo Barata, presidente da APTR.

Noivado

O governo já gastou cerca de R$ 9.200 em passagens aéreas para Regina Duarte e três assessores irem de SP a Brasília. O Ministério da Cidadania, que bancou a despesa, se recusa a informar o total exato.

Mas o investimento, para Bolsonaro, é válido. Após almoçar em Brasília com a atriz, o presidente compartilhou uma foto com Regina Duarte, afirmando que “o noivado continua”.