25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Régis Cavalcante diz que a elite domina Alagoas com o orçamento secreto apodrecido

Pré candidato ao governo do Estado, ele diz que a elite sem projeto domina o Estado com um orçamento secreto apodrecido

Régis: a elite não projeto para o desenvolvimento responsável.
Pré-candidato ao governo do Estado pelo Cidadania, o professor e jornalista Régis Cavalcante disse nesta segunda-feira, 23, que  Alagoas está estagnada há 4 décadas, “dependendo das migalhas do Centrão, com o apodrecido orçamento secreto e da falta absoluta de capacidade de governar”.
Segundo ele, “nada substitui um projeto para o Estado de Alagoas”.  Ele destaca que a elite política que domina  “nossa gente está sem projeto para oferecer a gestão e a coordenação de um modelo eficaz e eficiente para arrancar o desenvolvimento para uma população de mais de 3 milhões de alagoanos”.
Uma população que, na visão de Régis, tem sua maioria completamente marginalizada por falta de uma iniciativa de governança que crie condições de investimento e trabalho para superar os gargalos da economia em direção de metas.
Para ele, a única meta dessa elite é o medo de perder o poder. “Não é o poder que corrompe, e sim o medo. O medo de perder o poder corrompe aqueles que o exercem. Eles fazem de tudo para não perder essa dominação”, acresecentou.
Régis Cavalcante declarou que é pré-candidato a governador, “porque parece evidente que não há outra condição sine qua non de êxito civilizatório para Alagoas, se não investir em gente”.
Ele aponta que os investimentos, prioritariamente, precisam atender o segmento da educação. E reforça dizendo que não é nem razoável pedir produtividade para um Estado que condena a maioria dos jovens viverem do sub-emprego ou desempregados.
“Vamos inverter essa chave, oferecendo mais cidadania e gestão qualificada para essa terra de uma elite perversa. Portanto, não vamos nos acomodar nesse processo por que Alagoas é mais Cidadania”, concluiu.