20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Rodoviários fazem protesto e param ônibus na Fernandes Lima

Passageiros foram obrigados a descerem dos veículos e buscar um outro meio de transporte

Integrantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro/AL) bloquearam a passagem dos ônibus na Avenida Fernandes Lima, na Praça Centenário, no sentido Tabuleiro – Centro, em um manifestação de advertência sobre a greve de amanhã (8).

Com isso, passageiros foram obrigados a descerem dos veículos e buscar um outro meio de transporte.

De acordo com faixas, exibidas na ocasião, as empresas estariam fazendo pressão para que os ônibus não fiquem na garagem nesta sexta e ameaça funcionários com demissões.

Durante a manifestação, os ônibus ficaram parados na faixa azul, com a proposta de que os manifestantes ficasse no local até 11h da manha. Os coletivos, que estão no percurso Farol/Centro, deixaram o trânsito lento nos dois sentidos da Avenida Fernandes Lima e no Tabuleiro dos Martins.

TRT

Ainda hoje, os rodoviários participam de uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) junto com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb/Mac), e o município de Maceió.

Desde fevereiro eles reclamam do atraso de dois meses do pagamento dos benefícios, em vias de realizar a paralisação, quando passaram a contar com a mediação do MPT na tentativa de resolução da questão.

Entretanto, mesmo com o anúncio da Prefeitura de que subsidiará em R$ 1,5 milhão o transporte público e isentará as empresas do pagamento do Imposto sobre serviços(ISS), as empresas se negaram a dar continuidade aos benefícios nos moldes em que vinham sendo pagos.

Sinturb

Após a manifestação, a Sinturb liberou a seguinte nota:

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb) esclarece que o Sinttro-AL descumpre a sentença judicial, que proíbe greve, piquete ou qualquer tipo de paralisação do transporte urbano de Maceió.

Com a greve realizada nesta quinta (8), os rodoviários ocasionaram uma aglomeração de passageiros dos ônibus que foram impedidos de circular, tendo que desembarcar em via pública, ferindo assim o decreto estadual.

As empresas de ônibus reiteram ainda que está previsto na sentença uma multa diária de R$ 50 mil pelo seu descumprimento, e o fato ocorrido hoje será relatado ao desembargador do TRT.