26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Sérgio Reis desiste de lançamento de disco de parcerias após artistas cancelarem participações

Cartor está deprimido, passou mal com uma crise de diabetes e foi alvo de mandados da PF

O disco de parcerias que o cantor Sérgio Reis, de 81 anos, planejava lançar ao lado de outros artistas, não vai acontecer mais. O motivo foi sua fala golpista, que vazou na semana passada e o cancelamento em massa dos artistas.

Nomes como de Anastácia, Zé Ramalho, Maria Rita, Guilherme Arantes e Gutemberg Guarabyra (da dupla Sá e Guarabyra) já haviam anunciado que não fariam mais parte do projeto.

Apenas Paula Fernandes, 36, afirmou que continuaria emprestando sua voz para o próximo álbum. “A decisão é absolutamente artística”, disse ela por meio de sua assessoria, explicando que Reis participou de um álbum dela no começo da carreira e que tem “enorme gratidão” e respeito pela carreira dele.

Inflamando pelo rompante do bolsonarismo, o cantor Sérgio Reis inventou de organizar um protesto com caminhoneiros, a ser iniciado no dia 7 de setembro (feriado da Independência do Brasil) e um cruzar de braços até os ministros do STF entregarem seus cargos.

Claro, a intenção golpista no mundo real pegou mal. Agora, com 81 anos, ele está deprimido, passou mal com uma crise de diabetes e foi alvo de mandados da PF depois da repercussão de seu áudio golpista, que vazou na internet.