26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Sérgio Reis tem choque de realidade, se deprime e passa mal com repercussão de seu áudio golpista

Cantor foi aconselhado pela família, por médicos e por advogados a não ir mais a protesto no dia 7 de setembro

Inflamando pelo rompante do bolsonarismo, o cantor Sérgio Reis inventou de organizar um protesto com caminhoneiros, a ser iniciado no dia 7 de setembro (feriado da Independência do Brasil) e um cruzar de braços até os ministros do STF entregarem seus cargos.

Claro, a intenção golpista no mundo real pegou mal. Agora, com 81 anos, ele está deprimido e passando mal, com uma crise de diabetes depois da repercussão de seu áudio golpista, que vazou na internet.

Ate mesmo lideranças dos caminhoneiros brasileiros rejeitaram a convocação de protestos a favor do Presidente Jair Bolsonaro. Mas, tarde demais, já que o áudio circulou na cúpula do Judiciário e entre parlamentares. E foi reproduzido por veículos de notícia.

Corajoso nas redes, Sérgio sumiu na hora de dar a cara a tapa e quem fala por ele agora é sua mulher. Que diz que ele foi “induzido” no seu momento golpista.

“Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Ele quer apenas ajudar a população. Está magoado demais. O Sérgio foi induzido por pessoas que dizem estar em um movimento tranquilo. No fim, todo mundo vaza [desaparece], e sobra para ele, que é uma celebridade”. Ângela Bavini, mulher de Reis.

A mulher do cantor afirma que sempre foi contra o envolvimento do marido em movimentos políticos neste momento e que tentou alertá-lo sobre as consequências. “Ele é querido e amado pelo Brasil inteiro, de direita, de esquerda”. Reis foi deputado federal de 2015 a 2019, pelo antigo PRB, hoje Republicanos.

Segundo ela, o cantor jamais pensou em invadir o STF e quebrar tudo. “Ele falou no impulso, mas estava conversando com um amigo”, afirma Ângela, contrariada porque a conversa, informal, foi divulgada nas redes sociais sem o conhecimento de Sérgio Reis.

Mal sabe ela que o marido, na verdade, é apenas um espelho do que vem acontecendo com muitos dos apoiadores do presidente. Muito discurso radical. Muitos vindo de gente que não tem coragem de ir em frente pra fazer o que fala. Por estarem cegos no ensinamento de seu líder. Participam de um culto. O bolsonarismo.

Menos mal pra ele que é rico e tem condições de se esconder. Ângela afirma que o artista se recolheu para descansar por orientação médica. E, aconselhado também por advogados, não dará mais entrevistas nem falará com amigos, para evitar maiores aborrecimentos.